Uma singela homenagem aos Super-Heróis brasileiros no dia nacional do quadrinho

Você pode não saber mas o Brasil tem uma série de super heróis. E nesse dia nacional do quadrinho, nada melhor que homenageá-los. Se você não sabe, conheça O Gato, Capitão 7, X-Man, O Judoka, Raio Negro, Homem-Lua, Mylar, Velta, O Gralha e Meteoro, entre outros. Ficou surpreso com a quantidade de heróis que nós temos? Agora ninguém mais tem que ficar pensando em chamar o Superman na hora do aperto. Para conhecer mais do mercado nacional de quadrinhos, acesse o site da Impulso HQ, clicando aqui.

– Capitão 7: um super-herói brasileiro que é oriundo da TV Record (como série de TV) e posteriormente reformulado em gibi. Criado em 1954 na TV Record por Rubem Biáfora e tendo o ator mineiro Ayres Campos (que na época tinha físico de atleta) como protagonista, ficou no ar até 1966 (12 anos).
– Raio Negro: super-herói brasileiro criado em 1964/1965 por Gedeone Malagola (autor também do Homem Lua), cuja origem é parecida com a do Lanterna Verde da Era de Prata (que por essa época ainda não era muito conhecido no no Brasil). O uniforme do herói se assemelha ao do Cíclope dos X-Men (na década de 1960, os X-Men e Raio Negro eram publicados pela mesma editora).

Fonte: Wikipedia e Google.

Compartilhe via...

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Abasteça com ideias lendo novas histórias abaixo