Uma casa modular que pode ser projetada pelo próprio comprador

[vc_row][vc_column][vc_column_text]

Uma casa que pode ser transportada por estradas brasileiras, com preços acessíveis e sem dor de cabeça com a obra. Foi pensando em tudo isso que surgiu o projeto de casa modular dos arquitetos Bernardo Horta e Pedro Haruf.

Perspectiva Externa Campo Capa-altaInspirados pelo concurso de arquitetura Hometeka, que tem como objetivo buscar soluções práticas e conscientes para moradia, a dupla projetou um sistema modular chamado Casa Chassi. A iniciativa oferece ao futuro morador a oportunidade de ‘projetar’ sua própria casa de acordo com suas necessidades, já que lhe são oferecidos 16 módulos pré-estabelecidos, módulos estes que podem ser adequados de acordo com custos, gosto, dimensões e particularidades.

Eles explicam que a inspiração vem da indústria automobilística e de grandes nomes da arquitetura como Le Corbusier e Jean Prouvé e que é possível customizar todos os materiais de acabamento a partir de uma tabela de opções. O futuro morador pode escolher portas, janelas, padrão de cor, revestimentos externos e internos, tipo de cobertura, e até os materiais, que podem ser nobres, opções sustentáveis ou mais econômicos.

[/vc_column_text][/vc_column][/vc_row][vc_row][vc_column width=”1/2″][vc_column_text]06_Prêmio Bim.bon_por Gabriel Castro[/vc_column_text][/vc_column][vc_column width=”1/2″][vc_column_text]03_Prêmio Bim.bon_por Gabriel Castro[/vc_column_text][/vc_column][/vc_row][vc_row][vc_column][vc_column_text]

Por se tratar de uma ‘casa móvel’, elas podem chegar a qualquer lugar do Brasil, mas primeiro é feito um estudo de logística para cada terreno em que será aplicada a casa. Pensando no custo, a moradia pode ser financiada como qualquer outro imóvel por um agente financiador, normalmente um banco, mas é uma alternativa mais acessível, já que o valor médio sai por R175 mil, incluindo dois dormitórios, um banheiro, cozinha, sala de estar e um alpendre.

Talvez essa pode ser uma ótima opção para quem quer construir fora dos centros urbanos, por exemplo. O que achou da ideia?

[/vc_column_text][/vc_column][/vc_row][vc_row][vc_column width=”1/2″][vc_column_text]IMAGEM 07-alta[/vc_column_text][/vc_column][vc_column width=”1/2″][vc_column_text]IMAGEM 02A-alta[/vc_column_text][/vc_column][/vc_row][vc_row][vc_column][vc_column_text]04_Prêmio Bim.bon_por Gabriel Castro03_Prêmio Bim.bon_por Gabriel Castro02_Prêmio Bim.bon_por Gabriel Castro[/vc_column_text][/vc_column][/vc_row]

Compartilhe via...

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Abasteça com ideias lendo novas histórias abaixo