A fotógrafa holandesa Annabel Oosteweeghel se inspirou quando descobriu um bangalô dos anos 60 junto à costa de Noordwijk, e resolveu formar uma narrativa sobre um casal idoso.

O trabalho de Oosteweeghel está enraizado na narração de histórias. Em ‘Everlasting’, a fotógrafa imaginou a vida de dois personagens, um casal mais velho. Sua história é ambientada num bangalô dos anos 60 impecável, apresentando uma série de imagens que possuem o estilo retro e parece ter sido capturado na própria era. “Everlasting” representa os casal num “conjunto de filmes perfeito”, compartilhando momentos encenados e silenciosos de um tempo passado. Oosteweeghel conta que a vida tornou-se extremamente rápida, que a população está sempre ocupada com algo.

“Na minha infância, também experimentei esse “silêncio”, e de alguma forma gostei, penso. Tempo às vezes por nada, mais tempo para pensar.”, ela conta.

Ao lançar modelos mais antigos, a série também se revela como um momento de reflexão. “O casal está acabando a vida juntos aqui, mas em suas mentes ainda se sentem solitárias. Eles se perguntam se a vida poderia ter sido diferente se eles escolhessem outro caminho “, explica a fotógrafa.

Compartilhe via...

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Abasteça com ideias lendo novas histórias abaixo