SHOP  •  PIXEL SHOW  •  CONFERÊNCIA  •  PROGRAMAÇÃO

A moradia é um problema estrutural no país. É difícil resolver traumas como os expostos nas favelas, ou em casas insalubres da perifiria das grandes cidades, ainda mais quando a chuva teima em não parar. Apesar de não ser essa a intenção inicial dos arquitetos Luiz Fernando Rocco e Fernando Vidal, ganhadores do prêmio de projeto mais original da feira de design Casa Cor Trio, em 2009, a utilização de contêiners como residência seria uma saída interessante, barata e bonita.

Projetos com contêiners utilizados na Inglaterra

image

image

Com apenas 35 dias de trabalho, Vidal e Rocco conseguiram decorar e montar um escritório-conceito apenas com a utilização de contêiners, que vieram do porto de Santos a custo/média de 4000 reais, cada. Apostando em móveis e decoração que enchem os olhos, o interior foi o maior fator de sucesso do escritório, nos fazendo pensar que podemos ficar em um lugar agradável, bonito, por um custo mais baixo do que a construção comum.

image
Projeto dos arquitetos Vidal e Rocco, vencedor do prêmio Casa Cor Trio

Seguindo a mesma linha, a arquiteta Valéria Blay, solucionou de forma “prática, rápida, limpa e barata”, como afirmou em entrevista à Veja São Paulo, o problema de espaço da sua galeria de arte, em Higienópolis. Também valorizando uma decoração legal, conseguiu chegar a um conceito que agradou os frequentadores de seu estabelecimento.

image
Utilização de contêiners como composição de residências nobres

Com investimento do setor público, ao contrário do CDHUs construídos com alvenaria barata, pode-se, utilizando contêiners, criar residências de custo baixo, com boa qualidade e uma decoração interessante, como já é feito no Japão e Inglaterra.

Compartilhe via...

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn