SHOP  •  PIXEL SHOW  •  CONFERÊNCIA  •  PROGRAMAÇÃO

Nota

texto zupi

São Paulo em 3D: a metrópole sob um novo ponto de vista

No aniversário de 463 anos de São Paulo, dia 25 de janeiro, a cidade foi homenageada com o lançamento de estéreofluxos SãoPaulo, publicação que integra o projeto Energia da Cidade. Com fotos de Marcos Muzi, texto de Gavin Adams e projeto gráfico de Rafael Cotait, o livro busca abarcar a complexidade da metrópole e captar sua essência e sua poesia através de imagens com uma visão tridimensional.  Uns óculos 3D vêm encartados para esse passeio visual.

 

DCIM108M3D_R
foto: Marcos Muzi

A tridimensionalidade é alcançada por meio da estereoscopia, que segue um princípio fundamental: o olho esquerdo vê diferente do olho direito. E o efeito tridimensional deriva justamente da diferença entre as duas imagens, que o cérebro processa como espaço tridimensional. Os autores escolheram um método chamado anáglifo para a composição das imagens estereoscópicas do livro. São muitos os métodos de captura e apresentação dessas imagens. O que muda é o modo de fazer essa apresentação corretamente.

As imagens foram obtidas de seis formas e em três níveis para o livro: no nível do chão, a alturas de até 150 metros do solo e a mais de mil metros. “A visão dos humanos”, alcançada em caminhadas pela cidade, é o nome do primeiro nível, seguida por “A visão dos pássaros”, obtida por meio de drones, e a “A visão dos anjos”, que ofereceu um ponto de vista elevado, vertical, de grande altitude.

B0100 banespa
foto: Marcos Muzi

Na geografia paulistana, entre edifícios históricos, monumentos e parques, construções e traçados de diferentes períodos convivem na paisagem. Entre os marcos fotografados no livro, estão: Pátio do Colégio, Praça da Sé, Vale do Anhangabaú, Teatro Municipal, Largo São Bento, Estação da Luz, Avenida Paulista, Masp, Estádio do Pacaembu, Auditório Oscar Niemeyer, Oca e Pavilhão da Bienal, no Parque Ibirapuera.

A equipe que produziu estéreofluxos SãoPaulo vem trabalhando em conjunto ou individualmente, ao longo de duas décadas, com pesquisa acadêmica, fotografia e vídeo estereoscópico. Marcos Muzi é fotógrafo profissional e pesquisa a estereoscopia há várias décadas. Rafael Cotait é designer e videomaker. Dedica-se à estereoscopia e à fotografia panorâmica. Gavin Adams é artista e acadêmico. Faz um pós-doutorado na EACH-USP relacionado à história da estereoscopia.

B0131 Viad Cha
foto: Marcos Muzi

O ensaio fotográfico, realizado por Muzi, convida a uma viagem 3D pela cidade sob vários pontos de vista e com registros aleatórios. O texto de Adams coloca São Paulo como um campo de múltiplas visualidades, destacando aspectos históricos e geográficos capazes de revelar algo sobre o funcionamento do olhar dentro de um ambiente em transformação. Além de compor o projeto gráfico, Cotait serviu de consultor estereoscópico em operações de captação. O delicado equilíbrio de variáveis técnicas foi equacionado pelo designer de modo a proporcionar o máximo efeito 3D e excelente visibilidade.

DCIM108S3D_L
foto: Marcos Muzi

Compartilhe via...

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn