Registros sensíveis de uma Paris pós Segunda Guerra

Willy Ronis é um nome importante na fotografia francesa. O artista começou sua carreira no estúdio de fotografia do seu pai. O lendário Ronis construiu uma ampla carreira que incluiu fotografia de moda para publicações como a Vogue, mas foram seus registros de rua – especialmente as de Paris pós Segunda Guerra Mundial – que consagrou seu trabalho.

Uma capacidade fascinante de documentar momentos especiais entre as pessoas numa cidade que acabara de passar por tantas dificuldades da guerra, Ronis foi uma uma sensilibidade gigante nestes registros. De um garotinho correndo para casa a um rio dançando no meio da neve, ele tem um olhar especial para momentos simples de felicidade.

Antes de morrer, Ronis doou seis de seus álbuns de fotografias para o estado e este arquivo está exposto no Pavillon Carré de Boudouin, em Paris até o dia 29 de setembro de 2018. Quem passa por lá encontra desde seus auto-retratos até registros de nus impressionantes. São mais de 200 fotos que levam o público para dentro da mente criativa de Willy Ronis.

Compartilhe via...

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Abasteça com ideias lendo novas histórias abaixo