CLUBE  •  PIXEL SHOW  •  CONFERÊNCIA  •  PROGRAMAÇÃO  •  SKETCH  •  FEIRA

Se o Brasil tem grandes nomes no cenário da computação gráfica e, mais especificamente da CGI art, Rafael Vallaperde certamente está entre eles. O carioca que acabou de ganhar um prêmio como melhor modelagem no 27º Desafio da CGSociety (uma comunidade de digital artists) conta exclusivamente para a Zupi como fez pra chegar até aqui, e até onde pretende chegar. Confira!

 

000_max

happyraptor_by_rafajija-d5g10rl tumblr_m0wxpcmlsu1rrz17so1_1280

Como nasceu seu interesse por arte?

Desde pequeno gostava muito de desenhar, como a maioria das pessoas que acaba trabalhando com alguma área criativa. Não sabia direito o que queria fazer da minha vida, só sabia que seria relacionado à arte.
Meus pais tinham uma locadora de videogames (SIM! Eu joguei muito!) e provavelmente foi aí que meu interesse por concept art , character design e 3D cresceu. Mesmo nem sabendo o que essas coisas eram na época , eu simplesmente curtia.
Sou curioso e assim que tive acesso à internet (o que rolou bem tarde!), vi que existiam programas pra fazer arte no computador e daí pra frente foi o efeito bola de neve.

 

Por que você prefere trabalhar com imagens em 3D?

Eu gosto de imagens. O 3D é só minha ferramenta no momento porque com ela consigo atingir um resultado “realista” que faz as coisas ficarem mais impactantes. O espectador consegue trazer pro mundo real uma ideia impossível ou incomum. Mas o 2D e 3D estão totalmente ligados. No meu processo criativo, eu geralmente desenho antes de modelar. Às vezes detalhado, às vezes só como um guia, mas o rabisco está sempre lá.

 

O trabalho em 3D, hoje em dia, é bem difundido no meio da digital art. O que você faz para que seu trabalho seja diferenciado?

É difícil falar do seu próprio trabalho e o que faz ele único. Se tivesse que marcar o que há de diferente eu diria que é a importância dada pra uma luz bem feita junto com uma ideia maluca ou pouco convencional.
Também sou uma esponja de referências, então acabo absorvendo coisas de muitas áreas e isso se reflete no meu trabalho, filmes, concept art, publicidade, games, arte tradicional… Eu tento pegar um pouquinho de cada coisa e por tudo num lugar só. Como dizem: copiar de um é plagio; copiar de vários é referência.

 

cg_challenge___ten__drunk_aliens_by_rafajija-d5qsix8
“Ten Drunk Aliens”, arte ganhadora do prêmio de melhor modelagem no CGTalk

Conte-nos um pouco sobre seu trabalho para o concurso do CG Talk.

Eu estava animado pra participar do novo contest da CG Society. Quando revelaram o tema, fiquei meio sem saber o que fazer. O tema “Ten” (10, o número mesmo) é tão vago e aberto que é difícil vir com alguma ideia em cima disso.
A imagem dos Aliens Bêbados veio do nada. Estava conversando com alguns amigos e pensei: “e se fossem dez shots de tequila? Mas, é a CG Society , precisa ter algo mais, como Aliens! Afinal, é o que mais se vê por lá… mas esse nao vai ser um ET qualquer”.
No final das contas, achei o conceito bom: festa de dez anos, álcool, ETs e CG Society… Fez sentido!

Depois do surgimento da ideia, foi “só” produzir, desenhar alguns sketchs pra montar a composição e modelar. A imagem foi feita usando Modo e Zbrush, Photoshop pra fazer a composição e correção de cores. Levei cerca de dois meses trabalhando num segundo expediente, às vezes uma ou duas horas diárias, às vezes um final de semana inteiro.

Assista ao vídeo do making of da imagem:

CG Challenge-Ten Drunk Aliens from Rafael Vallaperde on Vimeo.

 

Que conselho você dá àqueles que estão começando na digital art e no CGI?

Arte digital/CGI são só ferramentas pra fazer mais arte.Tem muita gente que se apega muito ao lado técnico da coisa e deixa muito a desejar no lado artístico. Meu conselho é estudar sobre design e arte como uma base sólida e aí sim pegar firme em estudar a parte técnica. Se você tem facilidade em aprender, dá pra fazer as duas coisas ao mesmo tempo, é só se dedicar bastante que os resultados virão.
O melhor jeito de estudar é produzindo! Faça trabalhos o tempo todo, mesmo que sejam só para você mesmo, para criar autoconfiança e mostrar pras pessoas. O 3D pode ser muito frustrante por ser altamente técnico, não se deixe abalar. Ferramenta por ferramenta, o melhor professor hoje em dia é a internet: tem informação em todos os lugares.

 

tumblr_m0wyahOlvv1rrz17so1_1280

tumblr_m0wytrJmam1rrz17so1_1280

tumblr_m0wza40eCW1rrz17so1_1280

tumblr_m0yjv9EhoS1rrz17so1_1280

diver_s_helmet_by_rafajija-d5vfayb

tumblr_m3t3tqkYrg1rrz17so1_1280

 

 

+ Informações sobre o artista em: rafaelvallaperde.tumblr.com

 

 

Compartilhe via...

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn