O Universo como você nunca viu

Embora o Hubble seja um dos maiores e mais conhecidos telescópios espaciais usados na astronomia, a Nasa possui outros três potentes equipamentos para observação espacial: o agora desorbitado Compton Gamma Ray Observator (CGRO), Chandra X-ray Observatory (CXO) e o Spitzer Space Telescope (SST). Cada um exerce uma função particular (Hubble – luz visível e ultravioleta; CGRO – raios gama e raios X fortes; CXO – raios X suaves; SST – espectro infravermelho), examinando regiões específicas do espectro eletromagnético.

Sendo o telescópio de raios X mais potente do mundo, o Chandra X-ray Observatory permite aos cientistas obter imagens do espaço sem precedentes. Aqui estão algumas fotos recentes que mostram o que o equipamento é capaz de fazer. Essas imagens nos apresentam um novo jeito de apreciar nosso incrível Universo.

Galáxias em colisão
image

Duas galáxias em colisão a aproximadamente 62 milhões de anos-luz da Terra. A imagem é composta pelo CXO (azul), Hubble (dourado e marrom) e SST (vermelho). (Agosto de 2010)

Região de formação de estrelas
image

A Rosette Nebula é uma região de formação de estrelas a cerca de 5 mil anos-luz da Terra. Os raios X revelam centenas de novas estrelas agrupadas no centro da imagem. (Setembro de 2010)

Restos de uma estrela
image

Cerca de mil anos após a espetacular morte de uma estrela na constelação de Taurus, um corpo de alta densidade – chamado de estrela de nêutrons – remanescente da explosão é visto espalhando uma tempestade de partículas de alta energia. (Novembro de 2009)

Resultado de uma supernova I
image

Esta imagem dos restos da Tycho Supernova mostra a cena mais de quatro séculos após a explosão da estrela, testemunhada por Tycho Brahe e outros astrônomos da época. A explosão deixou uma nuvem quente de detritos em expansão (verde e amarelo) visível em raios X. (Fevereiro de 2009)

Resultado de uma supernova II
image

Esta bela imagem composta mostra N49, o resultado da explosão de uma supernova na Grande Nuvem de Magalhães (LMC). (Maio de 2010)

Coração da Via Láctea
image

Observações feitas com infravermelho e raios X mostram uma intensa atividade próxima ao centro da galáxia. Nessa imagem, raios X de Chandra são vistos em azul e violeta, emissões infravermelhas do Hubble em amarelo e informações em infravermelho do Spitzer em vermelho. (Novembro de 2009)

Buraco negro no centro da Via Láctea
image

O grande buraco negro presente no centro da Via Láctea é conhecido como Sagittarius A* (Sgr A*). Essas observações, feitas por Chandra, mostram a região com restos de supernovas e filamentos misteriosos. (Janeiro de 2010)

Buraco negro em uma galáxia próxima
image

Esta é uma imagem composta de NGC 1068, uma das mais próximas e brilhantes galáxias a conter um buraco negro em rápido crescimento. Raios X de Chandra são vistos em vermelho, dados ópticos do Hubble em verde e dados em rádio do Verry Large Array em azul. (Março de 2010)

Galáxia vizinha
image

Novos resultados revelam a origem de importantes explosões usadas para medir a expansão cósmica. Dados do Chandra sugerem que o principal gatilho para as chamadas Supernovas tipo Ia em algumas galáxias são a fusão de duas anãs brancas. (Fevereiro de 2010)

Galáxia espiral Messier 101 (M101)
image

M101 é uma galáxia espiral a cerca de 22 milhões de anos-luz da Terra, na constelação de Ursa Major. É parecida com a Via Láctea, só que maior. Os raios X do Chandra são vistos em azul. Em vermelho estão as informações em infravermelho do Spitzer. O amarelo vem do Hubble. (Fevereiro de 2009)

 

Via

Share on facebook
Share on pinterest
Share on twitter
Share on linkedin

Toda semana, uma enews com um incrível artigo
que vai surpreender sua mente criativa.

Submit

Cadastre seu email.

Fique de olho em nossas redes sociais. Siga a gente no Pinterest, Twitter, Facebook & Instagram.

A Zupi é a revista oficial do Pixel Show, o maior festival da América Latina de criatividade.

ENTRE EM CONTATO

TELEFONE:
+55 11 3926-0174
+55 11 96569-8348 (Whatsapp)

ENDEREÇO

Rua Conde de Irajá, 208 –
Vila Mariana, São Paulo – SP,
CEP: 04119-010

ATENDIMENTO

Via Ticket, Chat, eMail ou Telefone
Segunda – Sexta
9h – 18h

Conteúdo

...