Pegue alguns princípios da colagem, junte com a fascinação contemporânea com mashups culturais, acrescente técnicas de pintura e leve a mistura às últimas consequências. Assim você chegará a um trabalho semelhante – mas, com certeza, não igual – ao de Peter Adamyan.

A obra do artista joga no liquidificador os elementos mais heterogêneos: figuras da cultura popular, celebridades, cientistas, mitos históricos, marcas, brinquedos, religiosos, políticos… a segue em frente.

Adamyan comenta: “Televisão era meu pai, e minha mãe era um gerador em constante funcionamento, trabalhando cada vez mais duro para manter a televisão ligada. Meus brinquedos favoritos, quando pequeno, eram papel e lápis, os quais usava para desenhar os personagens de meus programas favoritos. De lá pra cá, nada mudou, exceto os personagens que escolho desenhar”.

 

 

 

 

 

+ Informações

Peter Adamyan

 

 

Compartilhe via...

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Abasteça com ideias lendo novas histórias abaixo