Mural de ponto cruz é feito em Portugal

[vc_row][vc_column][vc_single_image image=”147180″ img_size=”full” alignment=”center”][vc_empty_space][vc_column_text]Ana Martins, que assina seus trabalhos como Aheneah, recentemente refletiu sobre a liberdade descontraída da juventude e captou essa sensação numa intervenção em ponto cruzado numa parede em Vila Franca de Xira, Portugal. O trabalho é ao longo de uma rota popular para uma escola local, e é composto por mais de 2.300 parafusos e cerca de 760 jardas de fio.

A artista de 22 anos não está longe da experiência de transição de estudante para adulto. Martins disse que: “Todos os dias, por muitos anos, milhares de crianças passam por essa parede, indo de casa para a escola e da escola para casa. Na maioria das vezes apenas flutuando em seus pensamentos, perdidos no espaço, tempo e rotina. Até que seus caminhos tenham que mudar de direção. Isso aconteceu comigo há alguns anos.

Formou-se em 2017 em Design Gráfico e em seu trabalho profissional explora as conexões entre meios digitais e analógicos, buscando “desconstruir, descontextualizar e transformar uma técnica tradicional em um gráfico moderno, conectando culturas e gerações”. Você pode ver mais de Martins no Instagram e no Facebook.[/vc_column_text][vc_empty_space][vc_single_image image=”147181″ img_size=”full” alignment=”center”][vc_empty_space][vc_single_image image=”147182″ img_size=”full” alignment=”center”][vc_empty_space][vc_single_image image=”147183″ img_size=”full” alignment=”center”][vc_empty_space][vc_single_image image=”147179″ img_size=”full” alignment=”center”][/vc_column][/vc_row]

Compartilhe via...

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Abasteça com ideias lendo novas histórias abaixo