CLUBE  •  PIXEL SHOW  •  CONFERÊNCIA  •  PROGRAMAÇÃO  •  SKETCH  •  FEIRA

Louise Rosenkrands a.k.a Miss Lotion
Dinamarca

Confira mais trabalhos aqui.

image

[Zupi] Conte-nos um pouco sobre sua vida profissional desde estudante.

Bem, eu me graduei como designer gráfico em uma escola dinamarquesa de design chamada DesignScholl Kolding, então tudo ainda é um pouco recente para mim. Eu atualmente estou procurando trabalho em Copenhagen, Dinamarca, mas também procuro por freelancer.

[Zupi] Já pensou em ter seu próprio estúdio?

Eu sempre quis ter meu próprio estúdio e ter o máximo de liberdade possível.

[Zupi] Você trabalha em parceria?

Trablho com minha amiga Karoline, da Noruega, também uma designer gráfica. Eu a conheci durante os estudos na escola de design. Nós fizemos alguns projetos juntas. Aliás, nós nos completamos muito bem. Embora tenhamos estilos diferentes, concordamos com os aspectos visuais e o design dos projetos.
Nós gostaríamos de abrir nosso próprio estúdio também. Quando trabalhamos juntas, nós nos chamamos de Doggisox. Do colégio, eu também trabalhei com designers interativos, designers têxteis e fashion designers, logo, eu posso dizer que gosto muito de colaborar e trabalhar com outras pessoas.

[Zupi] Como você consegue seus clientes?

Os clientes que tive até agora, são todos amigos, colegas da escola ou micro empresas que entraram em contato comigo. Eu sou meio que nova no negócio, então não tenho muitos clientes “grandes”, na verdade.

[Zupi] Qual a principal atração no seu trabalho?

Eu acredito que construí um mundo próprio e tento ser espontânea com meus pensamentos. Eu tento fazer uma mistura entre esboços simples e depois acrescentar detalhes.

[Zupi] Conte-nos sobre seu estilo, se houver um específico.

Eu acho que meu “estilo” foi sendo desenvolvido durante os anos. Eu sempre desenhei e rabisquei muito, logo estou constantemente transformando meu estilo em algo diferente. Eu acho que toda essa coisa de rabiscar está se tornando muito grande, e ela emergiu da cena graffiti. Muitas pessoas na Europa estão fazendo isso agora, e muitas delas podem ser vistas no meu fotolog (https://www.fotolog.com/doodlelotion)

image

[Zupi] O que a inspira?

Basicamente tudo que está a meu redor.

[Zupi] Quem são os artistas ou demais profissionais que influenciam seu trabalho?

Eu acho que sou inspirada por muitos artistas, na cena de rabiscos todo mundo inspira todo mundo. Mas eu posso mencionar artistas como: ViaVia da Holanda, Remed da França, Jeremyville da Austrália. Eu acho que também sou inspirada pelos quadrinhos, que eu tanto gostava durante minha infância (e ainda gosto).

[Zupi] Conte-nos sobre as tendências visuais. Onde você procura e encontra suas referências?

A maioria na web, mas também em revistas, música e cultura urbana, como o graffiti.

[Zupi] Você acredita que o design dinamarquês possua um estilo diferenciado?

Até o tradicional design mobiliário dinamarquês. Acho que é por ele que a Dinamarca é mais reconhecida, quando se trata de design. Geralmente o design dinamarquês é muito limpo e legal (um pouco legal demais, às vezes…)

[Zupi] Você considera necessário estudar para se tornar um bom designer?

Não, eu não acho. Mas eu acredito que durante o estudo, você conhece gente e aprende a trabalhar de uma maneira que é muito edificante para os designers nos dias de hoje. Todo mundo pode se considerar designer se quiser. Logo, não é necessariamente um diploma que define a qualidade de seu trabalho.
Porém, eu acho que você precisa estudar para si mesmo, encontrar seu próprio estilo observando outros e, constantemente, estando atento às tendências. Curiosidade é muito importante.

image

[Zupi] Para finalizar, por quê “Freak of Nature”?

Hmmmm Eu acho que é porque eu SOU uma louca de natureza mesmo. Aliás, todos os humanos são, se você simplesmente olhar para eles ou estudá-los por algum tempo. Todo mundo é louco por natureza.

Compartilhe via...

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn