Minimalismo arquitetônico

image

A casa-pavilhão está para a arquitetura assim como uma interpretação convicta está para a filosofia. Criado por Le Corbusier em 1930, este tipo de projeto – entendido como volume prismático coberto por laje, com aberturas nas faces maiores e empenas nos lados menores – é frequente na área, mas cada um tem a contribuição particular de determinado profissional.

Um exemplo é uma residência localizada em São Luís do Paraitinga, a 170 km da cidade de São Paulo. De autoria dos arquitetos Cláudio Libeskind e Sandra Llovet, a casa de fim de semana está no meio da mata atlântica e ocupa uma clareira próxima ao rio Paraibuna.

Libeskind e Sandra foram a oitava equipe a ser chamada para desenhar o projeto pelo proprietário do local. Os projetos anteriores não agradavam o cliente, que tinha em mente uma morada erigida em uma das encostas ali provenientes, para uma melhor visualização do local.

Os arquitetos propuseram a casa um pavimento ao lado do lago mais próximo. O resultado foi um pavilhão de 450 metros quadrados, com as duas empenas laterais de concreto armado e o restante da edificação sustentada em pequenos pilares metálicos.

Visite: www.arcoweb.com.br

Compartilhe via...

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Abasteça com ideias lendo novas histórias abaixo