Vasculhando antiquários em busca de retratos e outros registros fotográficos há muito esquecidos, April Deacon não está passeando num acesso de nostalgia, e sim juntando matéria-prima para suas obras. Segundo sua própria definição, o trabalho de intervenção em retratos que ela realiza é um modo de reinventar memórias descartadas, de dar vida aos mortos.

A partir do sentimento que cada rosto lhe transmite, April define uma paleta de cores em guache e começa a alterar suas feições com padrões e formas, que também variam de acordo com a sensação do original.

O resultado é como a maquiagem perfeita pra um sábado de ressaca:

+ Informações

April Deacon

 

Compartilhe via...

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Abasteça com ideias lendo novas histórias abaixo