CLUBE  •  PIXEL SHOW  •  CONFERÊNCIA  •  PROGRAMAÇÃO  •  SKETCH  •  FEIRA

Lançado no espaço em 1990, o Hubble é ainda hoje um dos maiores e mais versáteis telescópios espaciais do mundo. Ele não só ajudou a solucionar alguns antigos problemas em astronomia como também revelou dados inéditos, que para serem explicados precisaram de novas teorias.

Mas os registros feitos com o equipamento não são apenas úteis para a ciência: são também um deleite para os olhos. Um fascinante acervo de estrelas, planetas, galáxias, nebulosas e muito mais está disponível para consulta no site oficial do telescópio, onde ainda é possível baixar papéis de parede para o computador e produzir prints das suas fotos favoritas.

Veja a seguir algumas imagens da galeria.

image

Uma montanha de poeira e gás na Nebulosa de Eta Carinae

image

A Nebulosa do Caranguejo é remanescente de uma supernova – tudo o que resta de uma tremenda explosão estelar

image

A complexa forma da Nebulosa Olho de Gato, uma das primeiras nebulosas descobertas. Ela é formada por onze anéis de gás

image

A Nebulosa de Hélix

image

A Galáxia de Sombrero vista em infravermelho

image

Uma estrela como o Sol termina sua vida expelindo suas camadas exteriores de gás e formando um casulo ao redor do núcleo remanescente. A estrela esgotada, chamada de anã branca, é o ponto branco no centro

image

Três luas projetam suas sombras em Júpiter

image

Uma visão em infravermelho de Saturno

image

A luz da estrela supergigante V838 Monocerotis

image

Quando uma enorme estrela explodiu, expelindo suas camadas gasosas em uma região turbulenta de formação de estrelas da Grande Nuvem de Magalhães, deixou para trás essa nuvem caótica de gás e poeira. A estrela que produziu esse remanescente de supernova provavelmente tinha 50 vezes a massa do Sol

+ Informações:
Site: HubbleSite

 

Compartilhe via...

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn