A verdade por trás de Phibs

Phibs é um talentoso artista de graffiti que ficou muito famoso em Melbourne por causa de seus personagens abstratos, iconográficos e com cores distintas. Suas letras sugerem um background de graffiti “tradicional” que ele construiu por muitos anos. Quando fui a Melbourne eu tirei mais fotos do trabalho do Phibs (mais de 100 fotos) do que de qualquer outro artista. Sem se preocupar com o que outras pessoas o veem, ele está sempre por cima!

A verdade por trás de Phibs

Eu nasci e fui criado em NSW e eu chamo Sydney de casa. É uma bela cidade e eu cresci brincando ao redor do porto no Lower North Shore e em torno da linha de trem Lavender Bay. Eu me mudei para Melbourne em 2001 procurando por novas oportunidades e inspirações e acabei ficando lá durante 10 anos e tive um filho lá também. Eu ainda tenho uma queda por Melbourne. É como se fosse uma “casa longe de casa” e eu tenho uma afiliação com um estúdio, o Everfresh, que eu ainda freqüento muitas vezes.

Eu faço arte desde que eu que me conheço por gente. Desde criança eu fui encorajado a buscar por criatividade, porque meus pais eram criativos, cada um no seu jeito. Já sobre as paredes, eu comecei a pintar no final dos anos 80 e estava mais interessado em desistir do que em criar um trabalho de qualidade.

4299415837_f8dd4dcb33_o

deansunshine_landofsunshine_melbourne_streetart_graffiti_cliftonpark-4

Muito do meu tempo foi gasto fotografando e documentando graffitis ao redor de Syney e foi somente nos anos 90 que eu comecei a fazer algumas obras e passei a focar mais e tentar melhorar minhas habilidades. Então eu acredito que eu esteja fazendo o que faço há 22 anos.

Meu nome não me foi dado e mesmo eu tendo contado uma mentirinha eu sou uma pessoa honesta. O nome resultou de uma busca minha por um nome original e que não fosse usado na Austrália e nem no resto do mundo. Também gosto muito dele por ser uma gíria.

IMG_5803

IMG_7073

Sun-Face-Marrickville

Eu era um artista antes de mergulhar no mundo do graffiti, portanto eu pintava personagens com confiança antes de começar a desenvolver minhas obras. Tenho 50/50 com galeria/canvas coberta e trabalhos em espaço público. Eu gosto dos dois. Os trabalhos de Canvas têm a tendência de ser mais experimental, com técnicas, pincéis e telas. Também tenho me animado para fazer esculturas e trabalhos em 3D novamente.

Eu fiz um Diploma of Fine Arts mas não posso dizer que uso bastante do que aprendi nos dias de hoje. Eu paguei minhas dívidas sendo um bombeiro e colocando o meu trabalho na rua, mas quero evoluir e mudar as minhas direções, o que é algo que eu constantemente faço. Eu não fico bravo com estereótipos ou em como as outras pessoas me veem – por mais que o público tente estereotipar – eu considero tudo uma coisa só. Sou um artista que gosta de fazer graffiti – diversificados com meus esforços artísticos e perspectivas.

phibs-project-melbourne-underground-south-melbourne

Phibs-Phoenix-Blue

Phibs-Hawaii-Mural

Minhas principais influências são o mundo natural (flora e fauna), misturado com meu amor e fantasia. Criar obras de arte é uma forma de escapismo, onde eu acesso reinos da imaginação. Simetria e assimetria fazem parte da natureza e, portanto, aparecem no meu trabalho.

As interpretações de símbolos nunca são estáticas. Símbolos são infundidos com metonímia – significados continuam a se revelar com o tempo. Eu gosto de ver as interpretações das pessoas sobre as minhas obras abstratas, elas são tão relevantes como a minha própria interpretação. A mão e o olho são as principais ferramentas para o meu trabalho. Obras de arte fazem parte do meu ritual de todo dia e moldam um aspecto fundamental de quem eu sou.

Phibs-GSA-pic-3

Phibs-GSA-pic-1

Eu realmente gostei do tempo que eu fiquei em Melbourne e acho que realmente mudou e desafiou minhas visões de como eu faço o que eu faço. O cenário de Sydney é muito focado em manter o graffiti tradicional, o que significa pintar trens, bombardeios e estilos de letras. É isso que é valorizado e qualquer coisa muito diferente não é realmente apreciada. Melbourne é praticamente o oposto.

Melbourne também abrange as visões tradicionais do graffiti mas há muito mais diversidade em tipos de trabalho produzido. Não é raro ver stencils e outras formas de artistas de rua trabalhando juntos com graffiti tradicional e sendo respeitados do mesmo jeito. Eu também sei que Melbourne possui muitas oportunidades e paredes para pintar, tantas que isso se tornou uma atração turística!

phibs-fitzroy2

Phibs-Bar-Character

Phibs

Eu já pintei com várias pessoas diferentes e artistas que dependiam de onde eu estava situado na época. No momento eu sou de Sydney, de onde eu sou, então eu vou na Everfresh quando estou em Melbourne – o que é bastante freqüente. Eu costumava pintar com a Deb, que é uma ex-namorada – mas eu não pinto mais com ela. Atualmente eu estou em um estúdio em Sydney, o Higher Ground, então eu pinto com os caras de lá ocasionalmente. Eu também pinto com antigos amigos, como Pudl, Puzle, Set, Amuse, Snarl e Pesm.

No futuro, eu planejo evoluir, viajar mais, me divertir e começar a pintar em uma larga escala, e também conhecer pessoas interessantes. Eu adoraria ter uma oportunidade de ir para Londres, então se tiver algum festival ou exibição, se sinta à vontade para entrar em contato comigo.

Referências

Parceria de conteúdo com Global Street Art book

Share on facebook
Share on pinterest
Share on twitter
Share on linkedin

Toda semana, uma enews com um incrível artigo
que vai surpreender sua mente criativa.

Submit

Cadastre seu email.

Fique de olho em nossas redes sociais. Siga a gente no Pinterest, Twitter, Facebook & Instagram.

A Zupi é a revista oficial do Pixel Show, o maior festival da América Latina de criatividade.

ENTRE EM CONTATO

TELEFONE:
+55 11 3926-0174
+55 11 96569-8348 (Whatsapp)

ENDEREÇO

Rua Conde de Irajá, 208 –
Vila Mariana, São Paulo – SP,
CEP: 04119-010

ATENDIMENTO

Via Ticket, Chat, eMail ou Telefone
Segunda – Sexta
9h – 18h

Receba nosso conteúdo mensalmente por e-Mail
Cadastre-se
Junte-se a mais de 80mil criativos
close-image
Conteúdo

...