Exposição REVER apresenta 75 obras do poeta Augusto de Campos

REVER é a exposição montada no SESC POMPÉIA para apresentar 75 obras do poeta Augusto de Campos, a partir de seus 65 anos de produção. Tornado famoso a partir de um confronto estético proposto pelo manifesto em defesa de uma Poesia Concreta construiu um movimento junto a seu irmão Haroldo de Campos e o amigo Décio Pignatari provocando uma sacudida na mídia desde os anos 1950.

Associando uma visão poética carregada de visão política e inquietação estética, os irmãos Campos e Pignatari partem para dessacralizar as lânguidas construções parnasianas que ainda vingavam no ápice do fazer poético, longe da velocidade acelerada da cidade industrial, colorida e variável que já não aceitava rimas doces e versos ingênuos. Augusto ousa recriar o tempo e o espaço na palavra de poder como a dizer: A PALAVRA FAZ O MUNDO, espelhando o Gênesis na visão grega do Logos em confronto com o Caos.

Assumindo o jogo das publicidades que ganhavam as urgências de uma geração atropelada por uma sociedade urbana que se multiplicava em nichos, ecos e fazeres múltiplos e dispersos, exigindo e absorvendo desafios. Colocando palavras pelas ruas, o movimento ousa se interpor entre a suavidade de um tempo rural que se dispersa na memória, e o jogo do consumo que trabalha um relativismo frouxo, de modo a construir imagens falsamente cool ou hipster, mas francamente acrítica.

Com esta grande retrospectiva, o jogo da palavra já se apresenta pelo título em Palíndromo REVƎЯ que recompõe Janus, o deus romano que olha o futuro e o passado ao mesmo tempo, já que a obra do poeta segue inquieta em suas buscas por linguagens múltiplas, desdobradas e acopladas. Como ele mesmo chama VERBIVOCOVISUAIS suas experiências verbais avançam sobre a linguagem da serigrafia, da colagem, das cores, da escultura, das instalações, dos áudios, dos vídeos e dos 3D!

Augusto de Campos renomeia o papel do Poeta quando se insere como ensaísta, tradutor e mais do que nunca, criador visual onde a palavra marcha em projeto gráfico em laboratórios de design e pensar. Um link pode mostrar alguns dos poemas-clips em franco movimento: augustodecampos/clippoemas

exposicao-rever-2

exposicao-rever-3

Desde seus POETAMENTOS de 1953, inicia pesquisas com outras linguagens onde a palavra torna-se elemento juntamente aos gráficos que reconstroem o espaço, propondo sons que produzem canções, como a marcante parceria com Caetano Veloso em PULSAR, do disco Uns. Rememorando o sabor de Pulsar o link está disponível. Na pesquisa estética percebe-se a absorção de um mundo vário onde o Japão, a atonalidade, a construção do poema com apropriação pictórica do espaço, reconta tempos que invade o Ocidente, o Oriente, a Poesia erudita e o Rock’n roll! Mas a poesia não precisa deixar de falar de amor para dialogar com tempos pós-industriais. Invadida e invadindo todos os territórios da experiência humana, a poesia se desdobra e se dobra cada vez mais surpreendente.

Como diz o curador da mostra do Sesc Pompéia Daniel Rangel “toda a obra coloca em destaque a Materialidade da Palavra” propondo leituras imagéticas, poéticas e sonoras. Apoiado principalmente em quatro dos livros publicados de Augusto de Campos – Viva Vaia de 1979, Despoesia de 1994, Não de 2003 e Outro de 2015, Daniel incluiu ainda as obras sonoras, audiovisuais e as instalações que ocupam boa parte do grande salão do Centro Cultural, instalando saletas de vídeos, penetráveis e esculturas móveis divididas por núcleos, além de jogos e brinquedos para crianças de todas as idades.

 

Esta grande mostra da palavra gráfica, lúdica e política, ficará aberta até o dia 31 de julho de 2016 num convite irrecusável!

exposicao-rever-4

Share on facebook
Share on pinterest
Share on twitter
Share on linkedin

Toda semana, uma enews com um incrível artigo
que vai surpreender sua mente criativa.

Submit

Cadastre seu email.

Fique de olho em nossas redes sociais. Siga a gente no Pinterest, Twitter, Facebook & Instagram.

A Zupi é a revista oficial do Pixel Show, o maior festival da América Latina de criatividade.

ENTRE EM CONTATO

TELEFONE:
+55 11 3926-0174
+55 11 96569-8348 (Whatsapp)

ENDEREÇO

Rua Conde de Irajá, 208 –
Vila Mariana, São Paulo – SP,
CEP: 04119-010

ATENDIMENTO

Via Ticket, Chat, eMail ou Telefone
Segunda – Sexta
9h – 18h

Conteúdo

...