Esperança nas ruas

Os trabalhos do americano Michael Aaron Williams significam muito mais do que está apenas representado nas imagens: também querem comunicar ao que estão expostos, por que experiências passarão nas ruas, e em que lugar acabarão.

Suas peças, criadas com muita sensibilidade, nunca são coladas nos muros e paredes: são fixadas com fitas, para que sejam facilmente removidas. Por que? O artista explica: “Eu simplesmente as grudo com fita, para que o observador possa retirá-las e esperançosamente levá-las para casa”.

image

Austria

image

Austria

image

Austria

A ideia é que as imagens não fiquem lá para sempre. Se continuarem onde estão, passarão por chuva, vento, e serão naturalmente desgastadas e abandonadas. Se alguém as tirar de lá, serão salvas.

Como Michael diz, é uma metáfora do que ocorreu com ele: “Simbolizam como Deus me salvou. Sem Ele, eu ainda estaria nas ruas”.

Para o artista, a fé em Deus é muito importante: seus dons artísticos só foram despertados depois de ter sido “salvo”.

image

Londres

image

Londres

image

Paris

O cara ainda gravou um vídeo do work in progress des suas obras na Áustria. Dá só uma olhada:

+ Informações:
Site:
Michael Aaron Williams

Share on facebook
Share on pinterest
Share on twitter
Share on linkedin

Toda semana, uma enews com um incrível artigo
que vai surpreender sua mente criativa.

Submit

Cadastre seu email.

Fique de olho em nossas redes sociais. Siga a gente no Pinterest, Twitter, Facebook & Instagram.

A Zupi é a revista oficial do Pixel Show, o maior festival da América Latina de criatividade.

ENTRE EM CONTATO

TELEFONE:
+55 11 3926-0174
+55 11 96569-8348 (Whatsapp)

ENDEREÇO

Rua Conde de Irajá, 208 –
Vila Mariana, São Paulo – SP,
CEP: 04119-010

ATENDIMENTO

Via Ticket, Chat, eMail ou Telefone
Segunda – Sexta
9h – 18h

Conteúdo

...