Emilie Flöge, a designer por trás das pinturas de Klimt

[vc_row][vc_column][vc_column_text]

Possivelmente você já se deparou com alguma das pinturas quase psicodélicas de Gustav Klimt, mas, também, muito provavelmente, não sabe quem era a mulher que estampava suas obras. Emilie Louise Flöge era o nome da musa inspiradora do pintor, uma mulher extremamente interessante.

[/vc_column_text][vc_empty_space][vc_single_image image=”108082″ img_size=”full” alignment=”center”][vc_empty_space][/vc_column][/vc_row][vc_row][vc_column][vc_column_text]Emilie começou a trabalhar como costureira na escola de costura de uma de suas irmãs. Em 1899, as duas receberam uma encomenda para participar de uma importante exposição. Em 1904, as irmãs abriram um ateliê de alta costura, em Viena, o qual se tornou o principal endereço de moda na cidade.

Fora do ateliê, Emilie criava vestimentas de estilo mais rebelde e altamente fora de seu tempo, o que chamou a atenção do pintor Gustav Klimt. Emilie e Gustav conheciam-se uma vez que a irmã mais nova dela era casada com Ernst, irmão de Gustav. A designer aparece em muitos quadros do pintor, e crê-se que era sua amante, mas não existem dados concretos sobre isso.[/vc_column_text][vc_empty_space][/vc_column][/vc_row][vc_row][vc_column][vc_single_image image=”108084″ img_size=”full” alignment=”center”][vc_empty_space][vc_single_image image=”108083″ img_size=”full” alignment=”center”][/vc_column][/vc_row]

Compartilhe via...

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Abasteça com ideias lendo novas histórias abaixo