image

Instalado em São Paulo desde dezembro passado, no bairro do Itaim Bibi, a abertura do escritório americano DBB Aedas é mais uma marca do processo de internacionalização da arquitetura no Brasil. A chefe em São Paulo é a arquiteta Anna Julia Dietzsch, formada pela FAU-USP (Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo) e que fez mestrado em Harvard e trabalhou na sede do Aedas, em Nova York.

Entre os trabalhos realizados pela DBB Aedas estão a reforma da Biblioteca Pública de Nova Iorque, as estações de metrô de Dubai, a reforma da Universidade Columbia e o Museu do Memorial World Trade Center (ainda em fase de desenvolvimento). No Brasil, o DBB Aedas já havia realizado algumas intervenções, como a unidade da indústria de equipamentos para carros Valeo, em Guarulhos (SP). Agora, ele ganha uma filial com profissionais brasileiros e com alguns projetos já sendo desenvolvidos.

O primeiro grande projeto do escritório no país deve ser um condomínio pontuado de torres residenciais, na zona oeste da cidade. Também está planejada a criação de um parque público do City América e a reforma da casa da Marquesa, construída no século 19 e que se encontra em estado de degradação.

A atuação do escritório DBB Aedas no Brasil soma-se a outros projetos recentes de arquitetos conhecidos mundialmente que estão realizando projetos no Brasil. Entre eles, pode ser citado a Fundação Iberê Camargo, em Porto Alegre, de Álvaro Siza, entregue no ano passado e o novo teatro de ópera e dança, em São Paulo, dos suíços Herzog & De Meuron.

Compartilhe via...

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Abasteça com ideias lendo novas histórias abaixo