Chega de injeção, agora é hora da insulina inalável

[vc_row][vc_column][vc_single_image image=”150820″ img_size=”full”][vc_empty_space][vc_column_text]Se você tem diabetes deve sofrer todos os dias. Se você não tem, já deve ter ouvido falar da dificuldade que os diabéticos possuem.

O diabetes mellitus trata-se de uma disfunção no pâncreas, que acaba causando uma deficiência na produção de insulina pelo organismo, que é o hormônio que regula a entrada de glicose nas células. Sem a quantidade necessária de insulina, a glicose (doce) fica acumulado no sangue. Não parece ser uma coisa boa, né? Por isso, uma dose artificial do hormônio pode ser aplicada.

Geralmente é aplicada pelo próprio paciente, mas sempre respeitando as receitas médicas. E é ai que entra a novidade.

Uma resolução publicada no Diário Oficial da União, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) liberou o uso de um medicamento chamado Afrezza, que é um tipo de insulina inalável, dispensando o uso de agulhas.

Desenvolvido a partir de uma parceria entre as empresas Biomm e MannKind, o Afrezza é usado com o auxílio de um pequeno inalador que pode ser levado para qualquer lugar e deve ser administrado no início das refeições. Ao contrário do que ocorre com a insulina aplicada com seringas, esse medicamento não precisa de refrigeração e, de acordo com os desenvolvedores, tem ação muito rápida.

Conforme explica a MannKind em um comunicado, assim que inalada, a substância se dissolve rapidamente ao chegar nos pulmões e cai na corrente sanguínea imediatamente, fazendo com que os níveis máximos de insulina sejam alcançados entre 12 e 15 minutos após a administração, voltando a declinar apenas após três horas desde o uso.

Contudo, assim como todos os remédios, possui contraindicação e há casos que ela não pode ser utilizada sozinha.

No comunicado, a empresa informa que, para pacientes com diabetes mellitus tipo 1 (ou seja, quando não há qualquer produção de insulina pelo corpo), o Afrezza deve ser combinado com um hormônio de ação prolongada. Além disso, não é uma opção para fumantes.[/vc_column_text][vc_empty_space][vc_single_image image=”150821″ img_size=”full”][/vc_column][/vc_row]

Compartilhe via...

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Abasteça com ideias lendo novas histórias abaixo