Avô do Spotify, Walkman completa 40 anos

Um dos primeiros dispositivos para se ouvir música ao ar livre, em meio à exercícios e tarefas do cotidiano, celebrou em 1º de julho seu quadragésimo aniversário. Isso quer dizer que no ano de 1979, na mesma data, a Sony lançava o modelo TPS-L2 no mercado japonês, seu primeiro walkman. De lá pra cá, a marca continuou inovando e lançando inúmeros dispositivos ao longo dos anos.

Tudo começou quando Masaru Ibuka, um dos fundadores da Sony, viajou à negócios e ficou frustrado pois queria ter ido ouvindo música durante o trajeto. Ele, insatisfeito com a situação, levou essa necessidade ao seu time de desenvolvedores e engenheiros, que criou uma versão simples, em som estéreo, do gravador portátil TC-D5, da empresa (apenas com capacidade para reprodução).

Por conta dessa necessidade, que o aparelho recebeu o nome de Walkman. Porém, outro fundador da Sony, Akio Morita, achava que o nome poderia não representar o ideal do produto, considerando rude caminhar sozinho, isolado, com fones no ouvido, fazendo com que fosse um fracasso de vendas.

Uma das iniciativas foi colocar suas saídas de áudio para o fone, fazendo com que o aparelho fosse compartilhado. Porém isso não deu certo. Logo em seguida, ele sugeriu que fosse implementado um botão que acionaria um microfone no aparelho, diminuindo o áudio da música e permitindo que os usuários conversassem. Com essa idéia inicial, o walkman seria incorporado futuramente aos aparelhos celulares da marca, notabilizado no modelo Sony W200.

Esse foi o primeiro protótipo do modelo citado acima. No Brasil, seu sucesso foi tão grande que o dispositivo que reproduzia fitas cassetes, indepentente da marca, era chamado de Walkman (nome patenteado pela Sony).

Ainda falando em Brasil, em 1977, o inventor Andreas Pavel (germano-brasileiro), anunciou que já havia criado um “reprodutor portátil de áudio através de fitas cassete”, chamado Stereobelt.

Porém em 1990, o uso de fitas caiu em desuso, dando espaço à recem criada tecnologia do CD. Com isso nascia o Discman, que logo em seguida, deu espaço ao MD (Minidisc), com o advento do MZ-1 MD Walkman.

A utilização do aparelho foi tão assimilada à reprodução de som portátil que mesmo com seus rivais no mercado, a linha Walkman vendeu, até 2009, nada menos que 385 milhoes de unidades no mundo todo.

Share on facebook
Share on pinterest
Share on twitter
Share on linkedin

Toda semana, uma enews com um incrível artigo
que vai surpreender sua mente criativa.

Submit

Cadastre seu email.

Fique de olho em nossas redes sociais. Siga a gente no Pinterest, Twitter, Facebook & Instagram.

A Zupi é a revista oficial do Pixel Show, o maior festival da América Latina de criatividade.

ENTRE EM CONTATO

TELEFONE:
+55 11 3926-0174
+55 11 96569-8348 (Whatsapp)

ENDEREÇO

Rua Conde de Irajá, 208 –
Vila Mariana, São Paulo – SP,
CEP: 04119-010

ATENDIMENTO

Via Ticket, Chat, eMail ou Telefone
Segunda – Sexta
9h – 18h

Conteúdo

...