Em 2001 nasceu a Zupi com o foco em promover, inspirar e registrar os melhores artistas e criativos do Brasil e do mundo. Com curadoria de Allan Szacher, mais de 200 colaboradores espalhados no mundo e com uma equipe de criativos multidisciplinares a revista cresceu, saiu da internet, foi para o papel, é bilingue (inglês e português), distribuida em mais de 22 paises, encontrada nas redes sociais, em Apps de conteúdo, com centenas de milhares de leitores, criou o Pixel Show (maior festival de criatividade da América Latina), fundou a Zupi Academy (formando mais de 8 mil alunos no Brasil com diversos cursos e workshops), lançou livros de arte, revistas customizadas, fez curadorias de conteúdo para diversas marcas e muitas exosições e a cada ano tem lançado novos projetos culturais diferenciados com apoio de grandes marcas inovadoras.

Ovelhas feitas com telefones

Jen-Luc Cornec nasceu em Lannilis, pequena localidade do norte da França. Estudou em Frankfurt e podemos dizer que ali a sua mente foi aberta a novas ideias. Isso porque o seu trabalho “Ovelhas-Telefone”, Cornec usa antigos telefones de disco para esculpir rebanhos. O resultado é estranho e intrigante. Confira.

Transfomando sucata em arte

O proprietário de uma loja de ferragens David Goldberg achou um jeito criativo para usar essas velha coleção de maçanetas. Ele criou um mural do famoso quadro de Van Gogh “Noite Estrelada” com centenas e inutilizadas maçanetas, em vez de vendê-las como sucata. O mural pode ser visto em sua cidade Bethesda, Maryland, nos Estados Unidos.

Entre muros e telas: Sainer

Já faz algum tempo que trouxemos ao site da Zupi o graffiti do polonês Przemek Blejzyk, aka. Sainer. De lá pra cá, notamos que o artista não apenas aprimorou seu estilo, como também vem dividindo cada vez mais sua energia criativa entre muros e telas. Confira suas últimas pinturas e graffitis.

Jardim vertical

É muito comum que as pessoas que moram em apartamento tenham apenas alguns vasinhos com plantas no lar e ainda sintam falta de terem um contato maior com plantas. Mas, hoje, só fica distante da natureza quem quer. Os jardins verticais além de deixarem o ambiente mais convidativo e harmônico, estão na moda.

Fábulas de cerâmica

Nathalie Choux é uma artista que adora ilustrar livros infantis e contos de fadas. Neste post, você vai ver como ela transpõe essa estética fabular para seu trabalho em cerâmica. Seus objetos nos colocam em contato direto com esses mundos fantásticos, e alguns deles têm até utilidade prática. Adoramos.

Novas de Alberto Seveso

O italiano Alberto Seveso retorna ao site da Zupi com mais uma belíssima série de imagens. Pra quem não conhece, seu método consiste em jogar tinta em um recipiente com água e registrar a turbulenta mistura em fotografias de alta velocidade. As imagens resultantes mais parecem ilustrações digitais. Veja.