Em 2001 nasceu a Zupi com o foco em promover, inspirar e registrar os melhores artistas e criativos do Brasil e do mundo. Com curadoria de Allan Szacher, mais de 200 colaboradores espalhados no mundo e com uma equipe de criativos multidisciplinares a revista cresceu, saiu da internet, foi para o papel, é bilingue (inglês e português), distribuida em mais de 22 paises, encontrada nas redes sociais, em Apps de conteúdo, com centenas de milhares de leitores, criou o Pixel Show (maior festival de criatividade da América Latina), fundou a Zupi Academy (formando mais de 8 mil alunos no Brasil com diversos cursos e workshops), lançou livros de arte, revistas customizadas, fez curadorias de conteúdo para diversas marcas e muitas exosições e a cada ano tem lançado novos projetos culturais diferenciados com apoio de grandes marcas inovadoras.

Construcões que sorriem

Sabe quando você está andando na rua e, de repente, durante a correria do dia a dia percebe algo na paisagem que talvez poucas pessoas tenham percebido, como uma construção que sorri? Separamos algumas fotos muito engraçadas de construções que sorriem a partir da composição de suas janelas e portas. Uma mais engraçada do que a outra. Confira.

Fosso de elevador por Gomes

Este trabalho em um fosso de elevador faz parte de um projeto da curadoria da Zupi, de Allan Szacher em parceria com a MaxHaus, uma construtora que convidará artistas para fazer 40 fossos em 20 prédios espalhados por São Paulo e outros lugares. A arte a seguir foi feita pelo grafiteiro Gomes.

Marcio Ambrosio

Marcio Ambrosio é um artista gráfico que, em 1999, se mudou para Bruxelas, onde trabalhou em estúdios de pós-produção de longas-metragens, documentários e comerciais de propaganda. No ano de 2004, Ambrosio formou o coletivo Zzzmutations, designado a produzir curtas-metragens de animação e desenvolver projetos experimentais. Confira!

Cães X Fontes Tipográficas

Que no mundo do design a criatividade sempre está presente disso não temos dúvidas. Mas, dessa vez, um estúdio de design de Viena, o Grafisches Büro, foi além criando uma série onde relaciona diversos tipos de cachorros com fontes tipográficas. Muito criativo, não? Confira.