Em 2001 nasceu a Zupi com o foco em promover, inspirar e registrar os melhores artistas e criativos do Brasil e do mundo. Com curadoria de Allan Szacher, mais de 200 colaboradores espalhados no mundo e com uma equipe de criativos multidisciplinares a revista cresceu, saiu da internet, foi para o papel, é bilingue (inglês e português), distribuida em mais de 22 paises, encontrada nas redes sociais, em Apps de conteúdo, com centenas de milhares de leitores, criou o Pixel Show (maior festival de criatividade da América Latina), fundou a Zupi Academy (formando mais de 8 mil alunos no Brasil com diversos cursos e workshops), lançou livros de arte, revistas customizadas, fez curadorias de conteúdo para diversas marcas e muitas exosições e a cada ano tem lançado novos projetos culturais diferenciados com apoio de grandes marcas inovadoras.

Zupi #33

A ideia de celebrar um dia da mulher surgiu nos primeiros anos do século XX, nos Estados Unidos e na Europa, no contexto das lutas de mulheres por melhores condições de vida e trabalho, bem como pelo direito de voto. Em dezembro de 1977, o dia da mulher foi oficialmente adotado pelas Nações Unidas. Desde então, comemoramos o Dia Internacional da Mulher em março e por isso resolvemos fazer uma revista temática “Mulheres”.

Novo portal com acervo de Portinari entra no ar!

Por meio do Projeto Portinari, iniciativa que visa o resgate da obra do grande artista plástico brasileiro, foi ao ar ontem o Portal Portinari. O projeto consiste em colocar a obra do artista como instrumento para buscar nossa identidade cultural e preservar a memória nacional. O acervo interativo do pintor, agora, está à disposição do mesmo povo o qual ele retratou por toda sua vida.