Em 2001 nasceu a Zupi com o foco em promover, inspirar e registrar os melhores artistas e criativos do Brasil e do mundo. Com curadoria de Allan Szacher, mais de 200 colaboradores espalhados no mundo e com uma equipe de criativos multidisciplinares a revista cresceu, saiu da internet, foi para o papel, é bilingue (inglês e português), distribuida em mais de 22 paises, encontrada nas redes sociais, em Apps de conteúdo, com centenas de milhares de leitores, criou o Pixel Show (maior festival de criatividade da América Latina), fundou a Zupi Academy (formando mais de 8 mil alunos no Brasil com diversos cursos e workshops), lançou livros de arte, revistas customizadas, fez curadorias de conteúdo para diversas marcas e muitas exosições e a cada ano tem lançado novos projetos culturais diferenciados com apoio de grandes marcas inovadoras.

“Elas”, por Pascal Mannaerts

O fotógrafo belga Pascal Mannaerts viajou por quatro continentes durante dez anos. África, Ásia, América e Europa revelaram-se diante de suas lentes. A mostra é composta por 60 imagens fotográficas acompanhadas de textos que comentam a vida das mulheres registradas por Pascal nos lugares em que visitou. Com produção da Manifesta Arte e Cultura e…

Cartazes minimalistas X cientistas

O designer indiano Kapil bhagat criou uma série muito criativa de cartazes. Para celebrar o dia da ciência em seu país, criou cartazes minimalistas com os nomes de famosos cientistas como Newton, Einstein e Darwin. Mas em todos os cartazes o designer faz uma brincadeira com as letras e as descobertas dos respectivos cientistas. Vale a pena conferir.

O que é felicidade para você?

O que é felicidade para você? Cantar, dançar, comer um doce, estar com quem você gosta? Difícil de responder essa pergunta quando somos adolescentes ou adultos. Imagine só responder essa pergunta depois dos 65 anos? O Felicidário, um projeto do Encontrar-se, é um calendário com ilustrações e frases que mostram 365 definições práticas de como ser feliz depois dos 65 anos.

Ricardo Martins

Se a tendência natural de alguns é renegar suas origens, o fotógrafo Ricardo Martins foge à regra. Natural de São José dos Campos, interior paulistano, o jornalista viu, desde a infância, uma forma de decodificar o mundo da sua imaginação por meio da fotografia. Ele percorreu o Vale do Paraíba, região onde está localizada sua cidade natal, registrando as mais diversas paisagens e pessoas que encontrou pelo caminho. Ricardo Martins nos conta como foi essa experiência a seguir. Confira!