Em 2001 nasceu a Zupi com o foco em promover, inspirar e registrar os melhores artistas e criativos do Brasil e do mundo. Com curadoria de Allan Szacher, mais de 200 colaboradores espalhados no mundo e com uma equipe de criativos multidisciplinares a revista cresceu, saiu da internet, foi para o papel, é bilingue (inglês e português), distribuida em mais de 22 paises, encontrada nas redes sociais, em Apps de conteúdo, com centenas de milhares de leitores, criou o Pixel Show (maior festival de criatividade da América Latina), fundou a Zupi Academy (formando mais de 8 mil alunos no Brasil com diversos cursos e workshops), lançou livros de arte, revistas customizadas, fez curadorias de conteúdo para diversas marcas e muitas exosições e a cada ano tem lançado novos projetos culturais diferenciados com apoio de grandes marcas inovadoras.

m.a.x.museo

O museu fica na Suiça e funciona desde 2005. Foi fundado pela esposa do designer gráfico suiço Max Huber e é hoje um centro de disseminação do design como cultura. O site apresenta uma organização impecável. Ícones bem distribuídos e fotos do museu equilibram os espaços em branco da página. Os recursos em flash ajudam…

Nicolás Borja

Oi zupi, Meu nome é Nicolás Borja. Eu sou estudante de arquitetura e design na Universidad de Los Andes, em Bogotá, Colômbia. Em 2007, eu tive a oportunidade de morar em São Paulo. Fiz um intercâmbio com a Escola da Cidade (muito da hora) e tive a oportunidade de conhecer a sua publicação. Valeu pela…

99 Rooms

Fotografia, graffiti e efeitos de animação são o diferencial desse website. O resultado é um ambiente que vai do fantástico ao assustador em apenas alguns cliques. As fotos foram tiradas no setor industrial leste de Berlin, pelo artista Kim Köster. Para reforçar a interdisciplinalidade do projeto, efeitos de áudio e animações em flash foram criados.…

Café Royal Issue Zero

Rabiscos em um pedaço de papel. Os traços não primam pela precisão para formarem uma figura. São pessoas em seu estado natural e objetos que passam despercebidos durante um dia. Um prato cheio para qualquer ilustrador. O experimentalismo, o lado de certa forma underground que a arte pode apresentar, sempre chamou a atenção dos ingleses…