Em 2001 nasceu a Zupi com o foco em promover, inspirar e registrar os melhores artistas e criativos do Brasil e do mundo. Com curadoria de Allan Szacher, mais de 200 colaboradores espalhados no mundo e com uma equipe de criativos multidisciplinares a revista cresceu, saiu da internet, foi para o papel, é bilingue (inglês e português), distribuida em mais de 22 paises, encontrada nas redes sociais, em Apps de conteúdo, com centenas de milhares de leitores, criou o Pixel Show (maior festival de criatividade da América Latina), fundou a Zupi Academy (formando mais de 8 mil alunos no Brasil com diversos cursos e workshops), lançou livros de arte, revistas customizadas, fez curadorias de conteúdo para diversas marcas e muitas exosições e a cada ano tem lançado novos projetos culturais diferenciados com apoio de grandes marcas inovadoras.

Mulheres de Serge Birault

Especializado em ilustração e pintura digital, Serge Birault emprega seus talentos para criar imagens que giram em torno de um mesmo tema: mulheres. Cheias de curvas, de olhar ameaçador, às vezes até armadas… conheça algumas e diga se você encara o tranco.

A beleza por trás da água numa fração de segundo

Com uma câmera, água e muita criatividade, sem utilizar-se de nenhum tipo de manipulação digital, a fotógrafa Andrea Laybauer nos revela curiosas imagens utilizando uma combinação de duas técnicas: o splash – resultado do choque de gotas em uma superfície líquida – e a reflexão de imagens, já que as gotas funcionam naturalmente como lentes grande angulares que refletem a imagem que está como pano de fundo de forma invertida e menor.

“The Matrix” em 60 segundos!

“The Matrix”, o primeiro filme da trilogia Matrix, tem mais de duas horas de duração e é altamente complexo de ser entendido se for assistido apenas uma vez. O Studio 1A4 resolveu fazer o que parecia então impossível: mostrar “The Matrix” em um filme simples de animação em 60 segundos.

Cranio on the Roof

Quem mora nos andares mais altos dos prédios localizados nos arredores da Galeria Oscar Quarente8 (R. Oscar Freire, 48)  vê, no telhado do espaço, um famoso índio azul tomando sol ao lado de um jacaré. Trata-se de mais uma obra de Cranio, grafiteiro paulista famoso por espalhar esses marcantes personagens nos mais curiosos lugares de São Paulo.