Em 2001 nasceu a Zupi com o foco em promover, inspirar e registrar os melhores artistas e criativos do Brasil e do mundo. Com curadoria de Allan Szacher, mais de 200 colaboradores espalhados no mundo e com uma equipe de criativos multidisciplinares a revista cresceu, saiu da internet, foi para o papel, é bilingue (inglês e português), distribuida em mais de 22 paises, encontrada nas redes sociais, em Apps de conteúdo, com centenas de milhares de leitores, criou o Pixel Show (maior festival de criatividade da América Latina), fundou a Zupi Academy (formando mais de 8 mil alunos no Brasil com diversos cursos e workshops), lançou livros de arte, revistas customizadas, fez curadorias de conteúdo para diversas marcas e muitas exosições e a cada ano tem lançado novos projetos culturais diferenciados com apoio de grandes marcas inovadoras.

Incríveis esculturas feitas para filmes

O que seriam de alguns filmes sem esculturas? Talvez você nem saiba, mas muitos filmes usaram esculturas para algumas cenas e, de tão perfeitas, fizeram com que você acreditasse que aquelas esculturas fossem reais. Ainda bem, isso mostra que os artistas que estão por trás desse trabalho estão o executando com maestria!

Fotógrafo revisita cenas famosas de filmes

Fanático por filmes, o jornalista e fotógrafo Christopher Moloney já passou incontáveis horas procurando os lugares onde se passaram cenas famosas de filmes para seu projeto FILMography. Morando em Nova York, o canadense caminha pela cidade atrás de becos, monumentos e construções onde centenas, milhares de cenas hollywoodianas foram filmadas.

Tipografia do Kama Sutra de A a Z

Malika Favre é a designer francesa responsável por uma série tipográfica fora do comum! Nela, personagens são colocados em posições sexuais do Kama Sutra e formando as letras do alfabeto. Seria essa a série tipográfica mais erótica dos últimos tempos?