Em 2001 nasceu a Zupi com o foco em promover, inspirar e registrar os melhores artistas e criativos do Brasil e do mundo. Com curadoria de Allan Szacher, mais de 200 colaboradores espalhados no mundo e com uma equipe de criativos multidisciplinares a revista cresceu, saiu da internet, foi para o papel, é bilingue (inglês e português), distribuida em mais de 22 paises, encontrada nas redes sociais, em Apps de conteúdo, com centenas de milhares de leitores, criou o Pixel Show (maior festival de criatividade da América Latina), fundou a Zupi Academy (formando mais de 8 mil alunos no Brasil com diversos cursos e workshops), lançou livros de arte, revistas customizadas, fez curadorias de conteúdo para diversas marcas e muitas exosições e a cada ano tem lançado novos projetos culturais diferenciados com apoio de grandes marcas inovadoras.

Adeus, Los Angeles

Chamado para trabalhar em Nova York como diretor de criação, o designer Jon Jackson se viu prestes a abandonar a querida cidade de Los Angeles, onde morou grande parte de sua vida. Para essa triste despedida, Jackson criou cinco cartazes gigantes com chavões de término de relacionamento e um interessante trabalho tipográfico. Frases como “it’s…

HubbleSite

Lançado no espaço em 1990, o Hubble é ainda hoje um dos maiores e mais versáteis telescópios espaciais do mundo. Ele não só ajudou a solucionar alguns antigos problemas em astronomia como também revelou dados inéditos, que para serem explicados precisaram de novas teorias. Mas os registros feitos com o equipamento não são apenas úteis…

Beleza (realmente) interior

Lembra daqueles animais transparentes e multicoloridos, que postamos há algum tempo aqui na Zupi? Desta vez, os objetos da experiência com raios-x na arte são o ser humano e algumas de suas invenções. Na série Man and Machine, o londrino Nick Veasey mostra detalhes que os olhos não alcançam: cada pequena estrutura interior é retratada,…

Centro cultural Gaîté Lyrique

Inaugurado em 1862, o teatro parisiense Gaîté Lyrique tem um longo histórico: já hospedou apresentações de balé russo, óperas, e até mesmo um parque de diversões. Atualmente, o projeto que toma conta do espaço é um centro dedicado à cultura digital. Redesenhado pela arquiteta Manuelle Gautrand, o edifício conserva o exterior clássico mas inova na…

Chalk God?

On October 12th, Mr. Hou published some images of his 3D chalk drawings in a popular Chinese virtual forum. Since then, he’s been called the Chalk God by people from all over the world. For the artist, this blowing success was an enormous surprise. After all, the only reason he did those incredible drawings in…

The world according to Dran

I Love My World is the name of the newest book by French artist Dran, released last week by the also French publisher Edition Populaire. The book marks the sixth publication on his career, bringing a nice collection of his satirical artworks, always pointed at today’s society. With simple, direct traces, Dran communicates a naivety…

Repensando a mesa de bilhar

Durante seis meses, um grupo de cinco jovens designers trabalhou duro para desenvolver um novo conceito de mesa de bilhar, tentando fugir do padrão clássico das quatro pernas e um tampo verde. E conseguiram: BlackLight é o nome da peça, que une design e diversão como nenhuma outra mesa de sinuca. Pierre-Marie Cronier, Marc-Antoine Aubert,…

Cabelos animalescos

Nagi Noda comprova a tão famosa inventividade japonesa. Na série Hair Hats, a artista criou penteados malucos inspirados em animais como leões, elefantes, alces, coelhos e rinocerontes. Ao todo, são 15 looks no mínimo curiosos. Designer e diretora de arte, Noda trabalhou com clipes musicais, comerciais de TV e campanhas publicitárias para marcas como Coca…

Deus do Giz?

No dia 12 de outubro, o Sr. Hou publicou imagens de seus desenhos tridimensionais feitos com giz em um popular fórum virtual chinês. Desde então ele tem sido apelidado de Chalk God (“Deus do Giz” em inglês) por pessoas do mundo todo. Para o artista, o sucesso foi uma surpresa e tanto. Afinal, o único…

As pinturas geométricas de Michelle Hinebrook

Sensação e memória são algumas palavras-chave para o processo criativo da americana Michelle Hinebrook. Muito influenciada por diversos movimentos artísticos, como o cubismo e o minimalismo, a artista pinta formas geométricas que traduzem emoções e experiências que ocorreram ao longo de sua vida. Para criar suas intimistas pinturas utiliza tanto ferramentas digitais quanto manuais. Primeiro,…

O mundo segundo Dran

I Love My World é o nome do novo livro do artista francês Dran, lançado na última semana pela editora, também francesa, Edition Populaire. O livro marca a sexta publicação na carreira do artista, trazendo um belo apanhado de suas obras satíricas, apontadas sempre para a sociedade em que vivemos. Com traços simples e diretos…

Tokyo Sky Drive

Arranha-céus e luzes são os protagonistas do belíssimo vídeo Tokyo Sky Drive, que revela novos ângulos da capital japonesa vistos por um passeio pelas linhas do trem Yurikamome. Capturadas com uma filmadora Sony XR500V, as imagens foram invertidas e espelhadas – truques conhecidos, mas que transformam paisagens comuns em cenários impressionantes. Com ótima edição e…

A internet do passado

E se a internet sempre tivesse existido? Como seriam os sites de relacionamento, correspondência e entretenimento caso o mundo virtual fosse uma realidade já no início do século 20? Respondendo a essa pergunta, Jesse Eisemann decidiu imaginar o visual de várias páginas da web adaptadas ao tempo da vovozinha. Indo de 1900 a 1970, o…

Buildings Made of Sky

Peter Wegner is an American artist involved with photography, painting, installation, sculpture, collage and drawing. Amongst so many talents, the multifaceted artist came up with the interesting Buildings Made of Sky series, in which he photographs the silhouette of urban buildings and landscapes upside down, revealing imaginary sky-made buildings in the space between the structures.…

Tipografia erótica

A tipografia criada pelo norte-americano Erik Foss é, no mínimo, caliente. Na série Word, as 26 letras do alfabeto são formadas por imagens eróticas dos anos de 1970. Pernas, seios e bundas se mesclam para dar forma às letras, que podem ser simples ou sofisticadas composições. Com evidente gosto pelo erotismo, o artista possui muitos…