Em 2001 nasceu a Zupi com o foco em promover, inspirar e registrar os melhores artistas e criativos do Brasil e do mundo. Com curadoria de Allan Szacher, mais de 200 colaboradores espalhados no mundo e com uma equipe de criativos multidisciplinares a revista cresceu, saiu da internet, foi para o papel, é bilingue (inglês e português), distribuida em mais de 22 paises, encontrada nas redes sociais, em Apps de conteúdo, com centenas de milhares de leitores, criou o Pixel Show (maior festival de criatividade da América Latina), fundou a Zupi Academy (formando mais de 8 mil alunos no Brasil com diversos cursos e workshops), lançou livros de arte, revistas customizadas, fez curadorias de conteúdo para diversas marcas e muitas exosições e a cada ano tem lançado novos projetos culturais diferenciados com apoio de grandes marcas inovadoras.

A nova arte de Banksy

Big Banksy strikes again. O último trabalho do misterioso interventor, criado em Londres, faz uma homenagem a Tox, artista famoso na capital inglesa por suas tags. Tox foi, recentemente, considerado culpado por sete acusações de danos criminais e condenado pelo tribunal de Blackfriars. O artista está sob custódia desde que foi preso há cinco meses…

Pobregr.am

Pobregr.am é o hilário Tumblr cujo objetivo é reunir fotos que parodiem o instagr.am, famoso aplicativo para iPhone que usa conexão social entre amigos para compartilhamento de fotos estilizadas. Ou seja… no curioso site as imagens, apesar de um “gramur” próprio, não são nada chiques. Afinal o objetivo do espaço é mostrar cenas comuns de…

Violência colorida

Misturando cores vibrantes e temas obscuros, o ilustrador inglês Boneface cria peças arrebatadoras. Repletos de temas violentos, suas criações são cheias de uma agressividade irresistível, despertando muitas vezes sentimentos contraditórios no observador. “As coisas que me tornam adequado para o meu trabalho talvez sejam aquelas que me tornam inadequado para todo o resto”, resume o…

Arte pop… pop pop pop

Trazendo um novo significado à palavra “pop”, Charlie Masson cria pinturas inspiradas nessa estética em plástico bolha. Inpirado mas histórias em quadrinhos da década de 1960, o artista cria peças irreverentes e ao mesmo tempo nostálgicas. Segundo Masson, a escolha do inusitado material não é à toa. Afinal, o plástico bolha serve para proteger objetos…

Publicidade mutilada

Impossível não gostar da arte de Thomas Louis Jacques Schmitt… quer dizer, os anunciantes dos outdoors não devem ser muitos fãs do francês, responsável por criar intervenções impressionantes sobre cartazes publicitários. Através de cortes intrincados, Schmitt, aka Thom Thom, transforma publicidade em arte. Usando estiletes e muita imaginação, ele reinventa completamente as peças expostas pelas…

A cidade transparente

No início de 2007, o Museu de Fotografia Contemporânea, em colaboração com o programa de residência artística Equities Realty EUA, convidou Michael Wolf para fotografar a paisagem de Chicago. Como muitos centros urbanos em todo o mundo, a cidade norte-americana sofreu recentemente um surto de novas construções. Fato captado com maestria pelas lentes do fotógrafo.…

A cidade transparente

No início de 2007, o Museu de Fotografia Contemporânea, em colaboração com o programa de residência artística Equities Realty, convidou Michael Wolf para fotografar a paisagem de Chicago. Como muitos centros urbanos em todo o mundo, a cidade norte-americana sofreu recentemente um surto de novas construções. Fato captado com maestria pelas lentes do fotógrafo. Trazendo…

O realismo de Johannes Wessmark

Autodidata, o sueco Johannes Wessmark cria pinturas realistas que impressionam pela estética impecável. Nascido em 1962, o artista possui passagens pela publicidade, ilustração de produto e animação 3D. São as suas pinturas feitas a óleo, no entanto, que se destacam em seu portfolio.   Via + Informações: Site: Johannes Wessmark

Arte de rua em miniatura

A arte do grafireiro Pablo Delgado chama bastante a atenção pelas ruas de Londres – embora sejam bem, bem pequenas, como você pode ver abaixo. As colagens em miniatura criadas pelo mexicano mostram cenas surreais e são espalhadas próximas ao chão, tornando ainda mais difícil a sua apreciação. Quem tiver mais disposição e abaixar para…

Zumbis também amam

Zumbis. Criativas terríveis, asquerosas, assassinas e… fofas. Mostrando todo o lado meigo e romântico dos mortos-vivos, o curta Rotting Hill é diversão garatinda para quem curte um filme de terror inusitado. Parodiando o famoso filme Nothing Hill, o experimento audiovisual foi feito em doze semanas por estudantes do Media Design School, na Nova Zelândia. Ah,…

A Medusa de Blu

Sempre polêmico, o grafiteiro Blu voltou suas críticas para a indústria do petróleo em novo mural. A criação, gigante, mostra uma medusa cujos cabelos, ao invés de serpentes, são formados por mangeiras de postos de gasolina. A peça de humor ácido e inteligente, foi criada para o Festival Cityleaks Urban Art em Colônia, na Alemanha.…