Em 2001 nasceu a Zupi com o foco em promover, inspirar e registrar os melhores artistas e criativos do Brasil e do mundo. Com curadoria de Allan Szacher, mais de 200 colaboradores espalhados no mundo e com uma equipe de criativos multidisciplinares a revista cresceu, saiu da internet, foi para o papel, é bilingue (inglês e português), distribuida em mais de 22 paises, encontrada nas redes sociais, em Apps de conteúdo, com centenas de milhares de leitores, criou o Pixel Show (maior festival de criatividade da América Latina), fundou a Zupi Academy (formando mais de 8 mil alunos no Brasil com diversos cursos e workshops), lançou livros de arte, revistas customizadas, fez curadorias de conteúdo para diversas marcas e muitas exosições e a cada ano tem lançado novos projetos culturais diferenciados com apoio de grandes marcas inovadoras.

Joe Sorren

O surrealismo pop do artista plástico Joe Sorren, nascido em 1970 em Chicago, encanta pela delicadeza (e outros tantos predicados) desde 1995, quando fez sua primeira exibição solo. De lá para cá, já ganhou um sem-número de prêmios, marcando presença em publicações como Rolling Stone e The Los Angeles Times, em programas como ER, da…

Brendan Danielsson

Brendan Danielsson, diretamente da terra dos Simpsons – Springfield, Estados Unidos –, é um artista que não tenta falar muito em suas peças, apenas o essencial. O que ele gosta de fazer é criar arte do jeito que ele gostaria de vê-la, sendo o espectador. O artista afirma que suas pinturas não são muito aprofundadas,…

Pintando o Graffiti

Rafael Marquez é um artista de Sevilla, Espanha. Ele começou a graffitar em 98, mas desde criança sempre se envolveu com pintura. Além de deixar sua arte pelas ruas, ele aproveita o dom de criar personagens e paisagens detalhistas para transmitir a cultura underground por meio de telas. Para o espanhol, apesar da superfície do…

Bancos de skate

Tudo começou quando um skatista americano pediu ao seu irmão que fizesse com que seus skates velhos e quebrados virassem mobília. As peças, que estavam quebradas ao meio, foram a motivação para o projeto Deckstool, no qual os irmãos montam bancos individuais ou para mais de uma pessoa, chamados Deckstool e Deckbench. Os produtos também…

Eu sou o lobo

Até 15 de outubro, o artista japonês Atsuo Nakagawa expõe suas esculturas e pinturas em terras paulistanas. E de graça. Pela primeira vez expondo individualmente no Brasil, as obras do japonês Atsuo Nakagawa já estão na galeria Choque Cultural. Eu Sou o Lobo, nome da exposição do artista que está há quatro meses em terras…

Top 10 Intervenções Urbanas

Intervenção urbana é aquela obra de arte ou happening que interrompe nossa tediosa rotina e nos faz prestar atenção em algo diferente e original. Invadindo o espaço público, os artistas aproveitam esse momento de atenção coletiva para passar uma mensagem, alertar sobre problemas ambientais ou apenas mudar um pouco o cenário cinza e chato do…

Dicionário de Expressões

Aposto que você já chorou pelo leite derramado, encheu lingüiça e chutou o balde. Mas algum dia você parou para pensar no sentido das curiosas expressões? Marcelo Zócchio e Everton Ballardin criaram o Pequeno Dicionário Ilustrado de Expressões Idiomáticas, um livro com registros fotográficos que traduzem de forma literal e bem-humorada 50 ditos populares e…

Quem sou eu?

A artista Mitsuko Negone cresceu em uma pequena cidade do Japão e depois se mudou para Tóquio, onde estudou fotografia. Em seu mais recente trabalho, intitulado como I am more than my face, Mitsuko passa a mensagem de que as pessoas são muito mais que um rosto ou aparência. Confira as fotos abaixo. + Informações:…

Caveiras Pop

O japonês Motohiro Nezu desenvolveu caricaturas de figuras históricas, todas feitas apenas com lápis. A diferença é que elas são compostas somente de ossos, e mesmo assim são reconhecíveis. Quer tentar? Vamos ver se você adivinhou, respectivamente são: Mike Tyson, Napoleão, Tio Sam, Fidel Castro, Bob Marley, Jimi Hendrix e Pulp Fiction. Quem acertou?  

Museu da arte ruim

O Moba, Museum of Bad Art, carrega como slogan “arte ruim demais para ser ignorada”. Suas coleções chegam a patamares inimagináveis. A impressão que dá é que os curadores do lugar saíram coletando quadros em consultórios, halls de prédios e nas casas dos parentes. As pinturas abaixo falam por si. Vale pontuar, aliás, que o…

Placas Assustadoras

Realizado recentemente pelo site Worth 1000, um concurso de placas assustadoras para amadores rendeu ótimas ideias. As placas vencedoras vão desde zumbis a alienígenas no meio da estrada. O site sempre lança concursos direcionados a iniciantes e profissionais, com categorias que passam por fotografia, ilustração e efeitos. As sinalizações classificadas estão abaixo. Na sua opinião,…