Em 2001 nasceu a Zupi com o foco em promover, inspirar e registrar os melhores artistas e criativos do Brasil e do mundo. Com curadoria de Allan Szacher, mais de 200 colaboradores espalhados no mundo e com uma equipe de criativos multidisciplinares a revista cresceu, saiu da internet, foi para o papel, é bilingue (inglês e português), distribuida em mais de 22 paises, encontrada nas redes sociais, em Apps de conteúdo, com centenas de milhares de leitores, criou o Pixel Show (maior festival de criatividade da América Latina), fundou a Zupi Academy (formando mais de 8 mil alunos no Brasil com diversos cursos e workshops), lançou livros de arte, revistas customizadas, fez curadorias de conteúdo para diversas marcas e muitas exosições e a cada ano tem lançado novos projetos culturais diferenciados com apoio de grandes marcas inovadoras.

Imagem ou palavra?

Hoje as palavras podem ser simplemente linhas interligadas, no entando elas tiveram outros significados um dia. Para as crianças, o alfabeto é como um brinquedo, desvendado conforme os anos. O livro Word as Image traz de volta um pouco da magia das letras, transmitindo ao observador diversão e humor.O responsável pela criação é o Ji…

Moda em Aquarela

Utilizando aquarela, a artista britânica Cate Parr faz ilustrações de moda com ricas escalas de cores e traços variados. É interessante notar como Cate constrói os detalhes das suas imagens variando entre pinceladas grossas e cuidadosas. Em seu portfolio, ela já ilustrou diversas revistas como a LONY, Vecu e Lucky Magazine. Se curtiu, veja mais…

Casulos por Hugo França

Para o designer brasileiro Hugo França, preocupação com o meio ambiente pode se relacionar diretamente com sensibilidade artística. Hugo inspira-se nas formas, buracos, rachaduras e marcas das árvores para tentar fornecer uma segunda chance à madeira descartada. Assim, acaba por criar peças únicas e artesanais como as que expõe em Nova Iorque. Na mostra “Casulos”,…

Inutilidades divertidas

Separamos produtos que são desnecessários para a maioria das pessoas. Não se pode negar, no entanto, que essas inutilidades são muito divertidas. Este post é para quem está à procura de novas necessidades, daquelas bem supérfluas. Acompanhe: Como se não bastasse que nos divertissem tanto, os memes saem das telas dos computadores e viram pinturas.…

Alimation

O que você consegue criar quando está com fome? Alexandre DUBOSC fez essa animação chamada “Alimation”, em um mundo de bolos, doces e outras comida cheias de açúcar. A ideia, diz o francês, veio quando sentiu um ronco na barriga e combinou culinária com o conceito das máquinas que criaram o cinema. Em “Alimation”, apenas…

Daniela Narcizo

Acabou ou começou? Início ou fim? Acredito que aconteceram os dois processos, a morte e o nascimento de uma Fenix, tudo isso em dois dias de dejavu. Foi inspiração, criação ou dinheiro jogado fora, bobagem ou bagagem, enfim eu tenho uma linha de raciocínio e de questionamento que me fazem viajar e observar as pessoas.…

Fotografando luz

De repende, no escuro, eis que surgem luzes, e, delas, uma fotografia admirável constítuida por cores e formas. Parece simples, mas a técnica light painting, é divertida e, ao mesmo tempo, difícil. O fotógrafo Brian Hart é daqueles que gosta de experimentalismos, como o Darren Pearson, o criador de dinossauros. Harts pinta cenas humanas por…

Mole & Thomas

Pioneiros nas composições fotográficas grandiosas, Arthur S. Mole e John D. Thomas formaram a Mole & Thomas e ganharam fama durante a Primeira Guerra Mundial. Viajando junto às forças armadas, eles aglutinavam milhares de soldados, ajudando a reforçar o ufanismo americano. Os homens eram meticulosamente dispostos, a fim de formar símbolos patrióticos. A Estátua da…

Arte Experimental de Neža

Nesse novo projeto, a artista Neža Agnes Momirski realizou uma pesquisa de simbolismos e clichês que contou com uma série de desenhos, fotografias, esculturas, sonhos e memórias. Com o nome de Process of Repetitive Thought (Processo de Pensamento Repetitivo), Neža constrói sua arte sobre a linha tênue entre o que é público e o que…

Audrey Kawasaki

A americana Audrey Kawasaki descreve seu trabalho como uma fusão da Art Noveau e do mangá japonês. À primeira vista, seus desenhos são inocentes, mas erotizam jovens mulheres e adolescentes, trazendo uma característica perturbadora às imagens. Uma constância em suas ilustrações e pinturas são os rostos das garotas, sempre iguais ou muito parecidos e o…

Esculturas Patológicas

Impressionante é a palavra que descreve as esculturas de Choi Xooang, uma vez que transmitem um tom patológico e causam aflição àquele que as vê. O artista aproveita a perturbação do espectador para protestar contra o abuso dos direitos humanos na Coreia, assim como relevar outros assuntos de problemática social. Alguns personagens não possuem cabeça,…

Snedker Studio

O Snedker é um estúdio dinamarquês de design contemporâneo que desenvolve superfícies incríveis para interiores, desafiando a forma com que usamos a madeira todos os dias. Pernille Snedker Hansen, proprietária do lugar, considera o processo um fator importante em seu método de trabalho, fase em que ela recorre à natureza para se inspirar. Os desenhos…