Em 2001 nasceu a Zupi com o foco em promover, inspirar e registrar os melhores artistas e criativos do Brasil e do mundo. Com curadoria de Allan Szacher, mais de 200 colaboradores espalhados no mundo e com uma equipe de criativos multidisciplinares a revista cresceu, saiu da internet, foi para o papel, é bilingue (inglês e português), distribuida em mais de 22 paises, encontrada nas redes sociais, em Apps de conteúdo, com centenas de milhares de leitores, criou o Pixel Show (maior festival de criatividade da América Latina), fundou a Zupi Academy (formando mais de 8 mil alunos no Brasil com diversos cursos e workshops), lançou livros de arte, revistas customizadas, fez curadorias de conteúdo para diversas marcas e muitas exosições e a cada ano tem lançado novos projetos culturais diferenciados com apoio de grandes marcas inovadoras.

Mostra Coletiva de Street Art

Quem mora em Petrópolis ou próximo à cidade fluminense deve ficar ligado na agenda. Começa hoje uma mostra de street art que exibe aos visitantes diferentes nuances da arte urbana. A exposição fala de stencil, graffiti, bomb, pichação, ilustras, sticker, lambe-lambe e outras manifestações presentes nas ruas. Sobem à serra para mostrar seus trabalhos 20…

Animais cinzentos mundo afora

O belga ROA, grafiteiro que não conhece hiatos de criatividade (veja aqui outros trabalhos), continua espalhando seus animais cinzentos pelo mundo. Recentemente o artista deixou suas marcas em três países diferentes. Na Austrália, pintou animais locais típicos como o bilby, o canguru, o ornitorrinco, o emu e o numbat. No Chile, tiveram vez o cavalo,…

Guru do Méier se despede

Millôr foi mais que um desenhista, jornalista, tradutor, roteirista e dramaturgo. Nascido em agosto de 1923, foi registrado somente em maio de 1924. Millôr seria Milton, não fosse por um escriturário, atrapalhado com um acento agudo. Aos 17 anos, ele descobriu a verdadeira grafia de seu nome, que pegou de vez. Perdeu os pais bem…

Zupi Academy Florianópolis

Respeitáveis criativos, a Zupi Academy veio ao mundo para disseminar técnicas e conhecimentos artísticos para os interessados em aprender com os melhores. Nosso primeiro destino deste ano será Florianópolis, até onde levaremos Caio Morel, Cesar Dacol e Dan Goldman para a realização de workshops nos dias 14 e 15 de abril. As vagas são limitadas…

Mound

Allison Schulnik é uma artista multifacetada que trabalha com pintura, escultura e vídeo. Mound é o nome de seu mais novo projeto audiovisual, um clipe delirante estrelando criaturas medonhas feitas de massinha. Produzido em parceria com o cinematógrafo Helder K. Sun e embalado pela música “It's Raining Today”, de Noel Scott Engel, o stop motion…

Universidades que falam

O graffiti conquista as pessoas nas ruas e devido à qualidade dos artistas brasileiros, a técnica dominou, para além do ambiente público, as galerias e museus do nosso país. Mas, por que não as universidades? Com o propósito de trazer mais arte aos ambientes de ensino, o projeto Parede Viva (já exposto aqui na Zupi),…

África do Sul: uma outra beleza

South African Barbershops & Salons é o primeiro livro publicado do fotógrafo Simon Weller, reunindo imagens e histórias que o inglês registrou em suas perambulações pela África do Sul. Mas, longe de seguir roteiros turísticos tradicionais, Weller saiu em busca de um objeto fotográfico bem específico: as pequenas barbearias locais. Fotografando fachadas e interiores, murais…

Museu de rua de Miami

Um espaço que tem se mostrado bem importante para street art é o Wynwood Walls. Idealizado por Tony Goldman, o projeto começou em 2009 na região homônima, situada na turística Miami. Goldman percebeu que o lugar, cheio de galpões e com pouquíssimas janelas, fazia de seus muros telas enormes. O conceito sempre foi valorizar expressões…

Entre o graffiti e o design

James Reka, vulgo RekaOne, começou a fazer graffiti em 2002 nos becos e linhas de trem dos subúrbios de Melbourne, Austrália. Especialista em criar personagens dinâmicos compostos de diferentes formas e cores, RekaOne logo ganhou respeito e projeção na cena local, e hoje seu trabalho é exibido em galerias do mundo todo. Autodidata em seu…

E a street art conquista Lisboa

Lá em Lisboa, a população já está íntima da street art – contato que era bem diferente há tempos atrás. Em contrapartida as manifestações nos patrimônios históricos da cidade e ao preconceito dos portugueses ao olhar para arte urbana, a Câmera Municipal de Lisboa, junto à agência Torke, criou a GAU (Galeria de Arte Urbana).…

Rim fora das telas

Para os que acompanham a Zupi desde seus primórdios, o curitibano Rimon Guimarães é um velho conhecido. O Rim, como é conhecido no meio artístico, já teve seus trabalhos publicados na Zupi #3. Como a publicação já rodou a praça há algum tempo – atualmente está esgotada – e hoje é o Dia do Graffiti,…

Por menos espelhos

Por menos espelhos e por mais arte, a MaxHaus apresenta, com curadoria da Zupi, empreendimentos com elevadores que são, na verdade, galerias de arte. Um momento que costuma ser monótono passa a ser curioso e mágico, dispensando os tradicionais comentários sobre o clima, já que os antigos espelhos deram lugar à murais feitos por artistas…

Mural coletivo em Limeira

27 de março  é comemorado no Brasil o Dia do Graffiti. Em homenagem à tão ilustre data, falamos hoje somente de street art na Zupi. Para começar, novas cores na cidade de Limeira. Os artistas Alma, Speed, Zéh Palito e Medo e Demência deixaram o município do interior paulista mais colorido, olha só:   Alma…

Fotografia performática

Seguindo numa direção diferente daquela fotografia que adota o clique como um “congelador de momentos”, Ina Jang registra cenas cuidadosamente elaboradas que parecem estar paralizadas já há algum tempo. Definindo seu próprio trabalho como uma mistura entre design gráfico, escultura, desenho, arte performática e design de moda, Jang traz para o primeiro plano personagens excêntricas,…