Em 2001 nasceu a Zupi com o foco em promover, inspirar e registrar os melhores artistas e criativos do Brasil e do mundo. Com curadoria de Allan Szacher, mais de 200 colaboradores espalhados no mundo e com uma equipe de criativos multidisciplinares a revista cresceu, saiu da internet, foi para o papel, é bilingue (inglês e português), distribuida em mais de 22 paises, encontrada nas redes sociais, em Apps de conteúdo, com centenas de milhares de leitores, criou o Pixel Show (maior festival de criatividade da América Latina), fundou a Zupi Academy (formando mais de 8 mil alunos no Brasil com diversos cursos e workshops), lançou livros de arte, revistas customizadas, fez curadorias de conteúdo para diversas marcas e muitas exosições e a cada ano tem lançado novos projetos culturais diferenciados com apoio de grandes marcas inovadoras.

Mobiliário mutante

Feitas a partir de esferas de espuma recortadas e rearranjadas, as peças mobiliárias da série Mutation não parecem ter sido criadas à mão, mas sim geradas espontaneamente por reações químicas ou nucleares. Obra do designer belga Maarten De Ceulaer, os sofás, cadeiras e pufes da série não só têm um visual incrível, como também parecem…

O Poder do Lápis

A Agência Ogilvy & Mather, de Singapura, usou milhares de lápis para promover a marca Faber-Castell. O resultado: a reprodução de conhecidas obras de arte, a partir de lápis de variadas cores e tamanhos. O mais impressionante é imaginar como os artistas conseguiram alcançar a profundidade e os tons de cores de conhecidas obras como,…

Pense invisível

Os enigmáticos cartazes minimalistas que você confere aqui são parte do projeto Think Invisible, ideia dos artistas Ari Bodor e Mark Szulyovszky. Cada peça é composta por elementos que, no espaço negativo (no vazio), revelam pedaços de informação sobre uma imagem da cultura pop escondida. Para descobrir qual o objeto em questão, os espectadores devem…

Arte em Lista telefônica

Você ainda tem aquelas listas telefônicas que eram distribuídas de graça anos atrás? Se tiver, faça como o artista Carlos Zuniga, que usou com criatividade listas telefônicas para criar faces sobre os nomes de pessoas e números de telefone. Se pensarmos nessa arte, podemos perceber uma crítica: nessa obra o que importa são as pessoas,…

Pin art

O artista Brusspup usa talento e paciência para realizar uma obra de arte com 15 mil alfinetes. Segundo ele, o maior problema é achar alfinetes de variadas cores para realizar suas obras. O resultado é incrível e, se observada de longe, nenhuma pessoa acharia que se trata de uma tela feita com alfinetes. Não é…

Instalações na floresta

Você talvez se lembre do trabalho de Gabriel Dawe, mexicano que cria incríveis instalações com linha colorida. Pois basta fazer uma transposição da ideia para entender a obra de Sebastien Preschoux, que não cria suas instalações em museus e galerias, mas em meio à natureza. Suas linhas coloridas formam tramas que abrangem árvores e arbustos,…

Contaminando a realidade com o absurdo

Dan Voinea é o talentoso artista responsável pelas pinturas a óleo que você confere a seguir. Com um estilo bem característico, o romeno trabalha temas que apresentam a vida cotidiana com leves ajustes, frequentemente surreais. Usando suas próprias palavras, trata-se de “contaminar a realidade aparente com o absurdo”. Na falta de palavras mais explicativas, fique…

Graffiti Temporário

Há quem pense que o Brasil é o país mais atrasado quando se fala de manifestações artísticas urbanas, mas não é. Há lugares em que a intolerância e ignorância ainda reinam as idéias de quem o governa. Um exemplo é a cidade de Zurique, na Suíça. Lá os graffitis costumam durar menos de um dia,…

Naturayarte

Naturayarte reúne, como o próprio nome indica, natureza e arte nas peças artesanais de Lorenzo Duran. O espanhol executa todo o processo de desenhar as figuras simétricas, recortar e secar folhas de árvore, que viram a “tela” da obra. Sobre as suas peças, Lorenzo afirma que as folhas secas são muito frágeis e requerem cuidado…

Barbies ocultas

Pouco se conhece sobre Sasha Petrova. Sabe-se que ela gosta de poesia e estudou literatura na Rússia antes de começar a construir bonecas que mais parecem ter parte com Tim Burton. Outra que descobrimos é que, quando pequena, disseram à Sasha que bastava fechar os olhos e suas bonecas ganhariam vida. Como provavelmente isso não…

Crianças pós-modernas

O que aconteceu com as crianças de Michael Peck? Desorientadas em ambientes desoladores, deslocadas de si e do mundo, parecem representar as visões que o artista tem do confuso mundo pós-moderno. Em seu site, o australiano escreve que sua intenção é explorar questões relacionadas à perda da identidade cultural no mundo contemporâneo, o que pressiona…

Street Art é Vida!

A Rússia é um país frio, com prédios, construções inacabadas e indústrias antigas. O artista Nikita Nomerz resolveu dar vida a lugares que eram considerados “abandonados”, ao ilustrar esses locais com rostos muito divertidos. A criatividade para transformar um muro, janelas, indústrias e até mesmo chaminés impressionam. + Informações Nikita Nomerz

Prisão em cores

Quando olhamos para a foto pela primeira vez, podemos achar que estamos olhando para um corredor de alguma exposição. Mas, na verdade o que estamos olhando é o corredor de uma prisão em Düsseldorf, na Alemanha. O artista alemão Markus Linnenbrink pintou linhas de diferentes tamanhos, com cores fortes e vibrantes, conseguindo um resultado maravilho…

Tipografia experimental

Originalmente do nordeste da Inglaterra, Craig Ward atualmente vive e trabalha em Nova York. Depois de se graduar em 2003, trabalhou em uma série de agências de propaganda até fundar seu próprio estúdio, o Words are Pictures. Fascinado pela noção da palavra como imagem, Ward explora continuamente novas técnicas e métodos para ser cada vez…