Em 2001 nasceu a Zupi com o foco em promover, inspirar e registrar os melhores artistas e criativos do Brasil e do mundo. Com curadoria de Allan Szacher, mais de 200 colaboradores espalhados no mundo e com uma equipe de criativos multidisciplinares a revista cresceu, saiu da internet, foi para o papel, é bilingue (inglês e português), distribuida em mais de 22 paises, encontrada nas redes sociais, em Apps de conteúdo, com centenas de milhares de leitores, criou o Pixel Show (maior festival de criatividade da América Latina), fundou a Zupi Academy (formando mais de 8 mil alunos no Brasil com diversos cursos e workshops), lançou livros de arte, revistas customizadas, fez curadorias de conteúdo para diversas marcas e muitas exosições e a cada ano tem lançado novos projetos culturais diferenciados com apoio de grandes marcas inovadoras.

Miniaturas de Sebastián Vargas

Playstation, Gameboy, urso de pelúcia. Tudo isso e um pouco mais é o que o colecionador de miniaturas Sebastián Vargas tem em suas mãos. O cara juntou a sua coleção aos poucos, comprando nas máquinas que vendem miniaturas e fotografou uma por uma. O resultado é nostalgia pura!

Infância surreal

É nos detalhes que Xue Wang transforma as doçuras da infância em elementos de um pesadelo grotesco. Com influências do pop surrealismo, o pintor cria imagens perturbadoras que exploram as ambiguidades desse tenro período da vida. Clique e veja.

Um mapa da internet

O que parecia impossível foi feito: um mapa da internet. Como? Ruslan Enikeev reuniu dados sobre mais de 350 mil sites e 2 milhões de links, organizando-os graficamente em um mapa que mostra o volume de tráfego de cada site e as conexões que existem entre eles. Confira.

Pin-ups no fim do mundo

2012 é o ano em que o mundo vai acabar? Boatos que muitos acham besteira dizem que o mundo vai acabar em dezembro desse ano, segundo o calendário maia. Indo na onda de que o mundo pode acabar em 2012, o artista russo Andrew Tarusov resolveu brincar com esse boato e ilustrou belas pin-ups em um calendário apocalíptico. Sem perder as poses sensuais, as mulheres estão em meio a vulcões em erupção, chuva de meteoros e até mesmo a invasão de alienígenas. O resultado ficou muito divertido. Confira.

Centenário de imaginação por Jean-Marc Cote

O francês Jean-Marc Cote e outros artistas resolveram ilustrar como eles imaginavam que seria a França no ano 2000. Os desenhos foram feitos em 1900, é uma série extensa de ilustrações que mostram principalmente que eles acreditavam na possibilidade do homem fazer todas as suas tarefas com estranhos veículos que voam. Abaixo de cada uma das ilustrações existe o título de cada uma das coisas que esses artistas acreditariam que um dia pudesse se tornar realidade. Clique a veja.