CLUBE  •  PIXEL SHOW  •  AGENDA  •  FEIRA

As 5 maiores inspirações do diretor de design e chefe criativo da Land Rover

Land_Rover_SVA_001_LowRes

Lançado em 1970, o Range Rover –  SUV de luxo da inglesa Land Rover –  foi um marco da indústria automobilística. Pela primeira vez na história, um carro tinha a potência das grandes caminhonetes off-road e o conforto e o design dos carros de luxo. O modelo também foi o primeiro a ser exposto no Louvre como um exemplo de escultura moderna.

Hoje em dia, 45 anos e 4 gerações do Range Rover depois, o carro ainda é conhecido como ícone de design. O mais novo modelo foi lançado em comemoração do aniversário do carro – que agora está mais leve e potente do que nunca (tanto que andou sobre uma ponte feita inteiramente de papel para comprovar isso).

Range_Rover_Paper_Bridge__7__LowResRange Rover andando sobre uma ponte de papel em comemoração dos 45 anos do carro

Para celebrar esse aniversário, o diretor de design e chefe criativo da Land Rover Gerry McGovern fala sobre cinco ícones do design que inspiram e influenciam a sua maneira de conceber o seu trabalho. Confira abaixo!

 

[special-title]Round Café, Coventry[/special-title]

round-café-zupi(imagem via)

A cafeteria cilíndrica, introduzida por Donald Gibson, é um marco da cidade de Coventry (Reino Unido). O Café Nemo foi aberto no fim dos anos 50 e foi um símbolo da filosofia de design moderna. A construção, como muitas outras da época em Coventry, manteve-se como um símbolo de otimismo da pós-guerra. “Durante os anos 60, o centro da cidade era realmente moderno, com mosaicos e grandes extensões de vidro – a maioria das obras no centro eram avançadas para seu tempo”, disse Gerry.

“Quando eu era criança minha mãe trabalhou nesse café e eu costumava sentar nos bancos e me sentir em uma nave espacial. Assim eu fui introduzido ao mundo do modernismo e levado a pensar no futuro desde pequeno, coisas que levo comigo até hoje.”

[special-title]Eames lounge chair[/special-title]

eames-lounge-chair-zupi(imagem via)

A icônica cadeira Eames Lounge foi desenhada por Charles e Ray Eames para a companhia Herman Miller em 1956. O shape único, sua estrutura exposta, madeira e couro da cadeira são inspiradas numa luva de beisebol.

A cadeira foi a peça de design favorita de Gerry por muitos anos, representando uma obra atemporal que tinha tanto utilidade quanto propósito como fundamento. Gerry diz que “talvez seja uma escolha de design óbvia, mas ela é tão boa e continua me proporcionando prazer, que, analisando bem, é o que todo bom design deve ser capaz de fazer. Para mim, é uma peça de design que continua sendo relevante.

A cadeira Eames tem certos valores que são importantes para mim como um designer. Por exemplo, ser fiel aos materiais. O fato de que, em vez de transformar, os designers optaram por celebrá-la. No entanto, por continuamente aperfeiçoar e atualizar os materiais e acabamentos, bem como melhorar a qualidade de construção com materiais mais contemporâneos, couros mais suaves e madeiras mais leves, significa que ela ainda é tão relevante hoje como no dia em que foi concebida.

[special-title]Josef Albers – ‘Never Before I’ series[/special-title]

(imagem via)

O artista e professor alemão Josef Albers era especialista em pintura, impressão, murais e arquitetura. Depois de emigrar para os Estados Unidos na década de 1930, Albers foi considerado uma importante influência para a geração de artistas mais jovens e foi creditado como um inovador no campo da arte Op e da pintura no campo da cor.

A clareza e precisão do trabalho de Albers tem significado particular para Gerry, ele diz: “Josef Albers é reconhecido com um dos maiores impressores do mundo. Para mim a beleza está na precisão de cada cor em relação a outra. Seu trabalho tem uma clareza absoluta.”

Uma das razões pelas quais eu admiro tanto Albers é a precisão que ele alcançou através da serigrafia, o que significava que ele poderia criar linhas perfeitas com cores conectadas. As cores são tão vibrantes, tão ricas. Não me canso do seu trabalho – eu comprei a minha primeira obra de Albers há mais de 15 anos e apesar de ter vendido muitas obras, sempre mantive as de Albers comigo.

Na fase inicial de concepção do veículo, você começa pelo fundamental, que é a otimização do volume e das proporções seguidas de superfície e detalhes. Existe um senso de design gráfico e simbolismo em minhas artes favoritas, as impressões de Albers são um exemplo”.

[special-title]Kaufmann Desert House, Palm Springs, California[/special-title]

plam-spring-zupi(imagem via)

Projetada por Richard Neutra, em 1946, a Kaufmann House está localizada em Palm Springs, Califórnia. Ela foi criada para o empresário e filantropo Edgar Kaufmann e foi concebida com o propósito de se harmonizar com as montanhas que cercam o ambiente. A casa é um excelente exemplo da arquitetura modernista.

Gerry diz: “A Kaufmann House tem este sentido de incorporar o que está fora para dentro, algo que nós buscamos incorporar com o teto panorâmico em nossos Range Rovers. Muitos dos nossos clientes tem um motorista para circular na cidade e assim ao olhar para cima querem ser capazes de aproveitar os seus arredores. Sentimos que era importante introduzir o grande teto de vidro para que pudéssemos trazer uma ambientação ao veículo e assim importância aos momentos dentro do carro”.

[special-title]Patek Philippe Calatrava watch[/special-title]patek-phillipe-zupi(imagem via)

Desde 1851, Patek Philippe produziu alguns dos melhores relógios do mundo e ainda que simples, tem o design sofisticado como um dos pilares de sua história. Gerry possui dois exemplares da fabricante suíça de relógios ultra luxuosos – o Nautilus e Calatrava. Ele diz: “O Calatrava representa, para mim, uma obra prima da simplicidade e sofisticação. É tanto sobre o que ele não diz, quanto o que ele diz. É a beleza definida – a noção de “menos é mais” é fundamental na sua filosofia do design. Cada detalhe do relógio tem um papel no seu funcionamento.

Gerry conclui: “Todos os cinco objetos têm a capacidade de se conectar a um nível emocional único. Para mim, o design emocional tem três componentes chave. O primeiro é visceral – quando você olha para ele faz você desejá-lo. A segunda é comportamental – a sensação de que ele faz exatamente o que foi concebido para fazer ao ser usado. E, finalmente, reflexivo – uma vez que você tenha experimentado, ele continua a excitar. Para mim, o Range Rover sintetiza todos esses três componentes“.


Procurando por Impressão de Cartão de Visita?

Compartilhe via...

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Abasteça com ideias lendo novas histórias abaixo