Artista ilustra 14 palavras intraduzíveis pra gente entender o significado

[vc_row][vc_column][vc_column_text]palavras-intraduziveis-thumb

 

Sabe quando você precisa desenhar algo pra que entendam? Então, Marija Tiurina, uma artista do Reino Unido decidiu desenhar 14 palavras que não existem no vocabulário inglês.

A série de ilustrações foi intitulada de “Untranslatable Words” (Palavras “intraduzíveis” em português)  e explica bem bonitinho o significado de algumas palavras de outras línguas.

Tem uma palavrinha do nosso português nessa listinha até, da uma olhada:

[/vc_column_text][vc_column_text]

Gufra”- do árabe: a quantidade de água que cabe nas mãos

[vc_single_image image=”107532″ img_size=”full” alignment=”center”]

“Palegg”- do norueguês: “tudo” e “qualquer coisa” que cabe em uma fatia de pão

[vc_single_image image=”107531″ img_size=”full” alignment=”center”]

“Schlimazl”- do iídiche (ou judaico): uma pessoa “cronicamente” sem sorte.

[vc_single_image image=”107534″ img_size=”full” alignment=”center”]

“Tingo”- do pascuense (ou nativo da Ilha de Páscoa): o ato de tirar objetos de desejo da casa de um amigo, gradualmente os pegando emprestados.

[vc_single_image image=”107543″ img_size=”full” alignment=”center”]

“Cafuné”- do português brasileiro: ato de correr os dedos ternamente pelos cabelos de alguém

[vc_single_image image=”107545″ img_size=”full” alignment=”center”]

“Duende”- do espanhol: o poder misterioso que uma obra de arte tem de tocar uma pessoa

[vc_single_image image=”107535″ img_size=”full” alignment=”center”]

“Kyoikumama”- do japonês: uma mãe que “força a barra” para que seus filhos estudem muito

[vc_single_image image=”107537″ img_size=”full” alignment=”center”]

“Schadenfreude”- do alemão: sentir prazer com o mal do outro.

[vc_single_image image=”107542″ img_size=”full” alignment=”center”]

“L’appel Duvide”- do francês: “o chamado do vazio” é a tradução literal, porém a expressão é usada para descrever a vontade instintiva de “voar”, pulando de lugares altos.

[vc_single_image image=”107538″ img_size=”full” alignment=”center”]

 “Luftmensch”- do iídiche: refere-se a alguém sonhador. Literalmente, uma pessoa avoada.

[vc_single_image image=”107539″ img_size=”full” alignment=”center”]

“Tretar”- do sueco: “tar” é uma xícara de café, e “patar” o refil da xícara de café. Já “tretar” é o segundo refil da xícara de café.

[vc_single_image image=”107540″ img_size=”full” alignment=”center”]

“Baku-shan”- do japonês: uma garota linda, desde que seja vista de costas.

[vc_single_image image=”107533″ img_size=”full” alignment=”center”]

“Torschlusspanik”- do alemão: “pânico de uma porta se fechando”, ou o medo de perder oportunidades ao envelhecer.

[vc_single_image image=”107541″ img_size=”full” alignment=”center”]

“Age-Otori”- do japonês: alguém que fica pior depois de cortar o cabelo

[vc_single_image image=”107536″ img_size=”full” alignment=”center”][/vc_row]

Compartilhe via...

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Abasteça com ideias lendo novas histórias abaixo