Artista faz quadros com cinzas humanas para superar a morte da mãe

O artista tcheco Roman Tyc surpreendeu os admiradores de arte ao, em 2011, expor seus retratos feitos com cinzas humanas. O projeto, intitulado “Grave Robber” (Ladrão de Sepulturas), consiste em 19 retratos de pessoas anônimas escolhidas pelo artista por suas histórias de vida. Tyc recusou-se a revelar a origem do material.

O artista perdeu a mãe quando tinha seis anos. Na abertura da exposição, escreveu: “Quando você tem seis anos e sua mãe morre, você a vê como uma urna metálica e a conhece apenas por fotografias pelo resto de sua vida, você passa a acreditar que há um jeito de libertá-la da garrafa”.

Em 2007, o tcheco foi preso graças a seu projeto “Semafory”, onde transformou o símbolo de 50 semáforos para pedestres em Praga por desenhos de homens pulando, urinando e até enforcando-se. Com o mesmo projeto, ganhou o principal prêmio do Festival de Arte de Viena.

Confira algumas obras de “Grave Robber”:

288929-original1-zabul

CZECH-CULTURE-ART-TYC

vykradač-hrobů-02

vykradač-hrobů-03

vykradač-hrobů-04

vykradač-hrobů-05

vykradač-hrobů-06

 

 

Para saber mais sobre o artista, acesse seu site: romantyc.info

Compartilhe via...

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn