CLUBE  •  PIXEL SHOW  •  AGENDA  •  FEIRA

O Minhocão, elevado do centro de São Paulo, está em processo de reforma. O projeto da prefeitura prevê a eliminação de diversos problemas da obra, como infiltrações, bueiros entupidos e deterioração geral do sistema de drenagem. As pichações e grafittis também não serão poupados e, após a limpeza, os 92 pilares da via receberão tinta anti-pichação, que permite a remoção das pinturas com água e sabão.

A pedido da comunidade de artistas de rua, apenas os pilares próximos às ruas Marquês de Itu e General Jardim serão mantidos intactos. É uma tentativa de preservar a efêmera arte do graffiti nas ruas de São Paulo, o que, segundo o artista Gen Duarte em entrevista à Folha de S. Paulo, deveria ser pensado pela prefeitura. “Podia sim apagar tudo e chamar uma curadoria, que chamasse vários artistas a fazer uma composição de grafites mais harmônica.”

Tema polêmico entre a prefeitura e os artistas, resta saber se a tinta anti-pichação vai inibir a expressão dos grafiteiros ou valorizar a arte de rua, tão rara quanto efêmera. E você, o que acha?

image

image

image

image

image

image

image

Compartilhe via...

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn