Após criar cadeira que faz homens sentar com as pernas fechadas inventora sofre ameaças

No nosso cotidiano, ao usufruir do transporte coletivo, é comum nos depararmos com a situação descrita a seguir: homens que ocupam mais que seu espaço nos assentos, invadindo o espaço ao lado, por estar sentado com as pernas mais abertas.O hábito é tão comum que possui até um termo que o designa: o manspreading.

Pensando em solucionar esse problema, uma designer britânica de nome Laila Laurel criou um modelo de assento que fornece uma sugestão de solução: uma cadeira com duas madeiras laterais que se estreitam, formando um “funil”.

O problema é que logo após o anúncio do produto e da premiação que Laila recebeu, ela começou a receber ameaças de homens insatisfeitos com a solução. Essas ameaças iam desde estupro até imagens explícitas indesejadas de homens, segundo informações da imprensa britânica.

Laila agora tem sua conta de Instagram privada, o que tem diminuído esse tipo de comportamento dos criminosos.

Em seu site, Laila explica que a cadeira é fruto de sua própria experiência no transporte público inglês.

“Essa pesquisa me inspirou a criar um par de assentos; um para um homem que os encoraja a se sentar com os joelhos juntos, e um para uma mulher que a encoraja a se sentar com as pernas separadas. Embora minha investigação técnica não tenha necessariamente a intenção de ser séria ou contundente, acho que essas cadeiras dão uma fisicalidade a um problema que as mulheres enfrentam, de uma forma bastante divertida, porém literal, que é meu principal objetivo neste projeto”.

A proposta de Laila era gerar o conflito de ideias, discussão. Nunca violência ou ameças a ela.Ela revela que já recebeu desde nudes não solicitados em suas redes sociais até ameaças de estupro, após seu projeto ganhar visibilidade ao vencer um projeto de design num evento em Belmond.

 

Compartilhe via...

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Abasteça com ideias lendo novas histórias abaixo