CLUBE  •  PIXEL SHOW  •  AGENDA  •  FEIRA

Antiga estação de energia no centro de São Paulo vira espaço de experimentação artística

Prédio construído em 1926 para abrigar a antiga sede de distribuição de luz da Eletropaulo ganhará nova função a partir de 29 de outubro, data de inauguração da Red Bull Station.

A partir de primeiro de novembro, o centro da cidade ganha um impulso extra para o desenvolvimento das artes, da música e das pessoas. Localizado na Praça da Bandeira, o prédio que abrigava a antiga sub estação da Eletropaulo, Riachuelo, desativada desde 2004, será ocupado pelo Red Bull Station.

Antes ponto de abastecimento de energia elétrica da cidade de São Paulo, o prédio ganha nova função. Promete agora abastecer a metrópole com outro tipo de energia: a criativa. As salas que abrigavam os transformadores de energia servirão como ateliês individuais para os artistas participantes da residência artística, que acontecerá de primeiro de novembro a seis de dezembro deste ano.

[row]redbull-station-zupi-01[/row]

Palestras e workshops com curadores, artistas, produtores e pesquisadores focados em arte e música serão oferecidas com o objetivo de fomentar ainda mais o desenvolvimento da criatividade no espaço. A curadora Paula Borghi reuniu os artistas Ale Domingues, Chico Togni, Fabiana Faleiros, Raquel Uendi, Rodolpho Parigi e Thiago Honório para a experiência na nova casa.

No mesmo dia primeiro de novembro terá início a exposição Red Bull House of Art, Coletânea que reúne os trabalhos desenvolvidos pelos 24 artistas que passaram pela residência artística nos anos de 2009, 2010 e 2011. Na época o projeto teve como endereço o Edifício Sampaio Moreira, também no centro de São Paulo.

[row]redbull-station-zupi-02[/row]

O Red Bull Station ainda abrigará um estúdio de música, fruto de um projeto internacional presente em Nova York, Los Angeles, Madri, Cidade do Cabo, Copenhague, Auckland, Londres, Amsterdã e Paris. O estúdio ocupará o andar térreo do prédio, assim como o café, o espaço expositivo principal e o lounge.

Outra atração do prédio é a cobertura projetada pelo escritório Triptyque. Com vista para a Praça da Bandeira, ela será uma grande área de convivência, protegida por uma marquise metálica que terá a função recolher a água da chuva para reutilização.

A entrada para as atrações é franca e acontece das 11h às 21h, a partir de primeiro de novembro

Compartilhe via...

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn