SHOP  •  PIXEL SHOW  •  CONFERÊNCIA  •  PROGRAMAÇÃO

Com trabalhos pessoais e profissionais, a talentosa Amanda Duarte começou a crescer na área do design gráfico. Com esforço, abriu o seu próprio estúdio, o The Limetown Studios. Atualmente Amanda está no Canadá a trabalho. Batemos um papo com essa jovem artista.

Quando surgiu seu interesse pela arte?

Quando pequena eu cheguei a fazer cursos de desenho, no estilo mangá, mas parei quando tinha uns 13 anos. Só cheguei a me aprofundar e estudar arte mesmo quando entrei na faculdade de Publicidade, mas ainda na época meu foco era em direção de arte. Só quando completei 20 anos que resolvi começar a estudar desenho, pintura digital, anatomia, composição, luz, sombra e por ai vai. Ou seja, eu sempre tive um interesse por criação e comunicação visual, mas só comecei a me aprofundar e me envolver profissionalmente depois de adulta mesmo!

Em suas ilustrações é possível perceber a presença da natureza dentro do ser, como na ilustra em que a mulher tem um cavalo marinho, uma estrela do mar e uma tartaruga em sua face. Qual a relação do ser humano, animais (natureza) e ilustração para você?

Eu me interesso muito pelo estudo da figura humana. ‘E o meu maior foco desde que comecei, é inevitável você incorporar outros elementos da natureza uma vez que você começa a conhecer mais a fundo o corpo humano. Ao mesmo tempo, tento sempre fazer com que a ilustração tenha um “twist”, que a torne interessante e diferente, e não somente descritiva. ‘E o caso do retrato pintado com criaturas do mar, e do coração que pintamos pra revista Ideafixa.


Suas ilustrações feitas a partir de vetorização têm muito movimento. Como você consegue?

Tudo que eu faço em vetor eu tento manter o mais gráfico possível. Em desenhos vetoriais, o objetivo não é definir a forma com iluminação realista, textura, ou grande riqueza de detalhes; ela tem que ser interessante na sua forma mais básica. Pra chegar num resultado legal, é importante que se tenha um estudo inicial bem grande, toda uma etapa de experimentação e testes, pra saber o que funciona e o que não funciona – e no vetor isso é até mais fácil porque cada objeto fica separado, e você tem ferramentas que te permitem rapidamente editar linhas, mantendo o desenho limpo.

Em uma de suas séries de foto-montagem como surgiu a ideia de colocar os presidentes do dólar junto com pessoas normais? Explique esse curioso trabalho para nós.

Eu trabalhei um tempo com manipulação e tratamento de imagem numa produtora de publicidade no Rio chamada Filet com Fritas, atendendo clientes e agencias de grande porte da área de publicidade. Essa campanha dos presidentes, especificamente, foi feita pra Mastercard, com a agência W/McCann Erickson, e a ideia era mostrar que carregar dinheiro em viagens pode ser inconveniente. Nesse trabalho, eu fiz os presidentes, misturando ilustração e manipulação.

Como você faz a série “Game Design”?

Outra empresa que eu trabalhei foi a ME Digital/Epic Brasil, ela eu era responsável por criar a identidade visual, ilustrações e a interface de jogos educacionais. Os trabalhos que estão no meu portfólio pessoal fazem parte de um projeto que criamos pro curso de inglês Britannia, o Britannia Touch, que envolvia e-learning e quadros interativos para aprimorar o ensino dentro de sala de aula.

Quais são seus próximos projetos?

São tantos! Eu atualmente estou no Canadá, fui uma das escolhidas pro Imaginism In-House Workshop de agosto. No Brasil, eu tenho um estúdio próprio, chamado The Limetown Studios, montado com o meu sócio Gustavo Lima. Começamos em outubro do ano passado e, desde então, já tivemos a oportunidade de trabalhar pra diversos clientes de pequeno a grande porte, incluindo Globo, Senac, IBM e IBMEC. Trabalhamos com ilustração, design, concept art e animação, atuando principalmente nos mercados de publicidade e de games; começando a pegar no editorial. Temos dois jogos prestes a sair na App Store. Tem sido um ano super corrido, e valeu a pena cada segundo. Só posso esperar quer as coisas boas continuem acontecendo pra nós, e enquanto isso vamos ralando pra tentar conseguir um lugar ao sol!

Portfólio: dinduarte.com

Estúdio: www.limetown.com.br

Compartilhe via...

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn