“Artista visual, artista de rua, designer, músico experimental e talvez mais algumas coisas” – essa foi uma tentativa do Rage de contar-nos um pouco sobre as bases do seu trabalho.

Movido pelo incomodo que sente ao deparar-se com os sintomas de uma cidade doente como a pressa, a possessividade, o egoísmo e a falta de paz, o Rage cria chocantes intervenções que quem mora em São Paulo provavelmente já deve ter visto.

O artista começou seu trabalho intervindo em espaços públicos da cidade com caixas de remédio gigantes pintadas em caixas telefônicas entre elas o Hipocrisil®, Bom-Senso®, Desapego® e Egocentril®.

“Não costumo seguir nenhuma técnica específica, conceito, estilo ou suporte. Trabalho muito mais com ideias do que com técnicas e estilos, gosto de me manter aberto e escolher o que expressar melhor cada ideia. Acredito que o que forma a “identidade” do meu trabalho é a tentativa de mostrar múltiplos sentidos e entendimentos, gosto de deixar abertura para que cada espectador enxergue e entenda a sua própria maneira e também uso muito da ironia.”

Confira alguns trabalhos do artista:

a-historia-da-civilizacao-rage-zupibom-senso-caixinha-zupibom-senso-projeto-arte-no-muro-zupicaixao-rage-zupicuidado-gravuracuidado-rua-rage-zupidesapego-caixinha-rage-zupidesapego-rua-rage-zupiegocentril-rua-zupihipocrisil-caixinha-rage-zupiimage-not-found-rage-zupiimage-not-foundo-zupionibussauro-rage-zupipoda-obra-rage-zupipoda-rua-rage-zupi-2poda-rua-rage-zupi

O Rage assina seus trabalhos como “Rage Art”, mas também como “Rage Ruído” um projeto de experimentação sonora onde o artista busca expressão através do som e dos sentidos. “São experimentos que buscam novas sonoridades e novas maneiras de se fazer música com a única preocupação de se sentir o som, sem regras específicas, instrumentos ou qualquer outro preceito”, diz Rage.

Você conhece um pouco mais desse projeto do artista clicando aqui

Rage Art | Rage Art Vimeo

Compartilhe via...

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Abasteça com ideias lendo novas histórias abaixo