Acervo do MCB é reorganizado e recebe 87 novas peças

Desde 2008, a gestão do Museu da Casa Brasileira, instituição da Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo, é realizada pela Organização Social A Casa Museu de Artes e Artefatos Brasileiros. Neste mês, A Casa apresenta ao público a renovação da mostra de longa duração Coleção MCB. O aumento do acervo é decorrente de um trabalho de requalificação realizado nos últimos oito anos. A abertura será em 24 de novembro, a partir das 19h30, com entrada gratuita.

A Coleção MCB apresenta móveis e objetos representativos da casa brasileira desde o século 17 até os dias de hoje. A ampliação traz novas peças do período modernista no Brasil – recorte fundamental para discussão das questões ligadas ao design. A Casa incorporou, por meio de doações, cerca de 87 itens. Entre eles estão destaques do design brasileiro, como a Poltrona Jangada de Jean Gillon, Luminária Concha de Fábio Alvim, cadeira Oswaldo Bratke, e também vencedores da história do Prêmio Design MCB, como a poltrona Mandacaru, de Baba Vacaro, estante Labirinto, dos irmãos Campana, e poltrona Cadê, da Ovo.

A exposição apresentará as novas peças em destaque, em diálogo com as tipologias existentes no acervo. Uma linha do tempo traçará o desenvolvimento da Coleção desde sua fundação.

banco-tosco-pequeno_fotomcbtamborete-redondo_fotomcbbanco-em-x-pequeno_fotomcbbanco-em-x-grande_fotomcbba_fotomcbpoltrona-branco-e-preto_carlos-millan_fotomcbbanco-cachorro_fotomcbcadeira-lucio-costa_sergio-rodrigues_fotomcbfrei-egidio_divulgaa%e2%88%86o-marcenaria-baraunalumin%e2%80%a0ria-bossa_fernando-prado_foto-nelson-konBaraúna