A beleza do universo observável na tela do seu computador

[vc_row][vc_column][vc_row_inner][vc_column_inner][vc_empty_space][/vc_column_inner][/vc_row_inner][vc_row_inner][vc_column_inner][vc_column_text]

As ilustrações foram feitas baseadas em logaritmos de mapas dos pesquisadores de Princeton e imagens da NASA. O artista Pablo Carlos Budassi usou o photoshop para reduzir o universo a uma perspectiva humana, o sistema solar como centro seguido pelo anel externo da via láctea, cercado por planetas, galáxias, a teia cósmica (vazio entre sistemas solares) e no final um anel de plasma gerado pelo Big Bang.

A escala da imagem aparecem de modo que cada parte do círculo represente um campo de visão de várias ordens de magnitude maior do que o que antes dela, ou seja, quanto mais para o centro do círculo mais perto do sistema solar. Por isso o universo inteiro pode caber no círculo. Ele teve a ideia depois de fazer “hexaflexagons” para o aniversário de um ano de seu filho.

[/vc_column_text][/vc_column_inner][/vc_row_inner][vc_row_inner][vc_column_inner][vc_empty_space][/vc_column_inner][/vc_row_inner][/vc_column][/vc_row]

Compartilhe via...

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Abasteça com ideias lendo novas histórias abaixo