Histórias de rua no projeto 7Stories

7Stories é o novo Projeto de Literatura Locativa situado ao longo Swanston Street Melbourne e Bourke St Mall usando QR codes ​muito bem trabalhados por Csilla Csongvay.

“Pinturas Abandonadas”

Foi assim que surgiu o projeto “Pinturas Abandonadas”, do estudante de artes Bence Hajdu. O húngaro pegou pinturas famosas de mestres como Leonardo da Vinci e Sandro Botticelli e as transformou em lugares mal assombrados, cidades-fantasma, simplesmente retirando delas as personagens e figuras que povoam as obras. O que sobra é a arquitetura, que pode dizer, também, muito sobre cada época. Confira!

Em honra ao Dia Nacional da Liberdade de Imprensa

A organização não-governamental Reporters sans Frontièrs (Repórteres sem Fronteiras) e a agência BETC Paris lançaram uma campanha que ficou exposta no metrô de Paris, na estação Opéra Metro. Os cartazes estampam fotos de ditadores conhecidos, como o líder norte-coreano Kim Jong Un.

Vítima de paralisia infantil, paciente cria série de animação dentro do Hospital das Clínicas, em São Paulo

“Ao colocar as histórias das nossas vidas, minha ideia é que as crianças possam assistir e aprender que o deficiente, numa cadeira de rodas, não é tão diferente assim. As histórias também contam sobre passeios que fiz ao Playcenter, ao circo, por exemplo”, conta o animador, que já roteirizou mais de cinco histórias e disponibilizou o projeto no Catarse, site para arrecadação de fundos.

Banda larga para todos na Finlândia

Há um fato interessante ressaltado pelo especialista de tecnologia Jeffrey Cole da Digital & Music Matters: a Finlândia é tão progressista, que realmente fez da banda larga um direito legal para todos os cidadãos há alguns anos atrás.

McDonald’s da Georgia aposta em visual futurista

Por estar no centro da cidade, foi importante que o arquiteto pensasse num projeto que não tomasse muito espaço. O resultado foi um prédio híbrido (com duas funções), que incorporou dois estabelecimentos completamente diferentes: um restaurante e um posto de gasolina. O segundo objetivo foi criar espaços que tornassem o trânsito local e o posto de gasolina invisíveis para aqueles que estivessem dentro do restaurante. Ainda mais: o arquiteto quis criar um modelo urbano icônico e útil.

Estilista espanhol inventa tecido em spray

O designer de moda espanhol Manel Torres criou o primeiro tecido em spray do mundo. A parceria entre o designer, a empresa de confecções Fabrican e engenheiros químicos da Imperial College de Londres, resultaram em uma tecnologia que nos permite criar uma roupa com spray direto no corpo, tirá-la, lavá-la e reutiliza-la.

Os retratos do Free Crappy Portraits

Free Crappy Portraits é um site incrível onde você pode enviar uma foto e algumas informações sobre você ou as pessoas que quer que apareçam no retrato e é enviada uma imagem hilária, uma espécie de reinterpretação dos dados que foram enviados.

As esculturas perturbadoras e fascinantes de Maria Rubinke

Desde que se formou na Escola de Cerâmica e Vidro de Bornholm, na Dinamarca, Maria Rubinke tem chamado muita atenção com suas esculturas, que quebram os paradigmas estéticos tradicionais relacionados com figuras pequenas e frágeis.

Pintando com wakeboards iluminados por Patrick Rochon

O fotógrafo de light-paintings, Patrick Rochon foi recentemente contratado pela Red Bull Illume e Pressure! Orlando para criar uma série de fotografias de longa exposição loucamente belas que mostram as trilhas de luz deixadas por wakeboarders em ação.

As pin-up girls de Gil Elvgren

Antes que as imagens pudessem ser manipuladas com photoshop, a América criou imagens de ideais de beleza das chamadas “pin-up girls” com pintura à moda antiga e fotografia.

Profissões inusitadas da Barbie

Já pensou se a Barbie cuidasse de golfinhos? Ou trabalhasse no Mac Donalds? Ou se fose uma dominadora sádica? Parece que a boneca que é símbolo máximo da cultura feminina infantil americana não tem limites para novas criações.

Série “Scars” retrata mexicanos e suas tatuagens

O fotógrafo mexicano Carlos Alvarez Montero direciona seu trabalho para captar a relação entre a aparência e a criação de uma identidade. Foi com esse olhar que ele criou a série “Scars”, que consiste em várias fotografias de pessoas mexicanas e suas tatuagens.