Augustin de Lassus

Boa tarde, tudo bem? Sou artista e designer de Florianópolis. Vocês publicaram um quadro meu, representando um castelo, na edição 27 da Z. Recebi um retorno considerável graças a esta abertura, por isto venho pedir que, se for possível,  vocês coloquem outro obra minha em alguma edição futura. Muito obrigado pela atenção, Um abraço.

Personagens de Andrés Ariza, aka. Maquinita

Andrés Ariza é um sujeito quieto, fã de artes, videogames, filmes e culinária japonesa. Maquinita é seu alter ego, uma “máquina” de criar bastante dedicada a projetos de design e ilustração. Com gosto especial pelo design de personagens, Ariza exibe no portfolio belas criações e criaturas.

Caveiras mexicanas (mesmo)

Se você curte caveiras mexicanas, vai pirar com esta série de esculturas que o coletivo Our Exquisite Corpse criou em colaboração com a tribo dos Huichóis, no México. A coleção limitada representa a longeva tradição da tribo no trabalho artesanal com contas coloridas. Queremos todas!

Fazendo música com fogo

No curta Combustion, Renaud Hallée transforma fogo em música. Por meio de uma edição primorosa, e com uma ideia muito boa na cabeça, ele extrai sons hipnóticos de imagens flamejantes que se combinam numa interessante experiência audiovisual. Assista aqui.

Fjaril: gaveteiro criativo ou escultura funcional?

Fjaril é um gaveteiro supercriativo concebido e realizado pelo designer dinamarquês Jakob Jørgensen. A peça se expande em um movimento de gavetas que a transforma de uma simples “caixa” em uma escultura funcional bem original. Veja mais.

O apartamento “ping pong”

Usando aproximadamente 25 mil bolinhas de ping pong nas cores branca e cinza, o designer Daniel Arsham do escritório de arquitetura Snarktecture, criou um apartamento muito difrente. Em todos os cômodos do apartamento é possível ver as paredes cheias de bolinhas, lembrando muito pixels. Uma estética intrigante. Confira o apartamento de ping pong.

Contos transformados pela arte digital

João e Maria, Os Três Porquinhos e Chapeuzinho Vermelho, contos conhecidos mundialmente e que através da arte digital de Blaz Porenta ficam ainda mais aterrorizantes. A fantasia é a especialidade desse artista que faz com que nos falte fôlego quando observamos cada uma de suas obras.

Zupi #31

Em outubro se comemora o Halloween e não poderíamos deixar de fazer uma revista temática “Monstros/ Terror”.