Acidez na ponta do lápis

Will Laren não tem papas na língua. Seu humor ácido e provocador pode afastar alguns à primeira vista, mas um segundo olhar pode ser muito, mas muito divertido.  Lembram do chiclete Puá? Pois é, o resultado é parecido. Pô, vó, você disse que a gente iria jogar Senhor dos Anéis! Isso é apenas Golf! Ninguém…

Cupcakes do mal

Você acha que todos os cupcakes são doces? Os da norte-americana Lucy Litteral parecem não ser. A artista criou uma série de esculturas que apresentam o lado amargo dos pequenos e doces bolinhos. Cada obra é única , mas vale lembrar que nenhuma é comestível. + Informações: Site: Lucy Litteral

Férias de plástico

O austríaco Reiner Riedler gosta de observar a natureza e os seres humanos, por isso são estes os motes da maioria de suas fotos. Enquanto trabalha, ele costuma pôr em questão costumes e valores sociais, como no ensaio que mostramos agora, Fake Holidays. Nele Riedler ironiza cenários de plástico – que são, diga-se de passagem,…

Made in China

Na arte de Joe Black, 5.500 soldadinhos de brinquedo de diversas cores se unem para recriar um marcante registro do fotógrafo de guerra Robert Capa. A imagem que virou escultura é de um soldado chinês durante a guerra sino-japonesa, um conflito entre o Japão e a China pelo controle da Coreia.  A foto de Robert…

Sketchbooks de mundos fantásticos

Duda Shin é difícil de rastrear. Em tempos em que as informações de grande parte dos artistas está disponível em abundância na internet, encontrar um que seja reservado, chama a atenção. Além das ilustrações de Shin, seus sketchbooks são muito interessantes, pois permitem uma espiada no processo criativo e pensamentos do artista. Duda se utiliza…

Time is Nothing

Que tal abrir o dia com uma voltinha pelo mundo? O fotógrafo Kim Jam sonhava em ser campeão de ping-pong e, como o destino é maluco e incerto, ele acabou como fotógrafo. Porém, a paixão pelo esporte não desapareceu, apenas se uniu com outra afeição, viagens. Como uma bolinha de ping-pong, o norte-americano pulou de…

Time is Nothing

Que tal abrir o dia com uma voltinha pelo mundo? O fotógrafo Kim Jam sonhava em ser campeão de ping-pong e, como o destino é maluco e incerto, ele acabou como fotógrafo. Porém, a paixão pelo esporte não desapareceu, apenas se uniu com outra afeição, viagens. Como uma bolinha de ping-pong, o norte-americano pulou de…